25.6 C
Kóka
quinta-feira, 2024/06/20  6:27
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Coreia do Norte não participa da conferência de segurança em Ulaanbaatar

Evento internacional reúne mais de 30 países para discutir segurança no Nordeste Asiático.

Ulaanbaatar, Mongólia, 7 de junho de 2024 (Agência Notícias Mongólia) – Uma conferência internacional sobre segurança no Nordeste Asiático está em andamento na Mongólia, com a participação de mais de 30 países, incluindo Japão, Estados Unidos e China. A Coreia do Norte foi convidada, mas não compareceu.

Diálogo de Ulaanbaatar
A conferência anual, chamada Diálogo de Ulaanbaatar sobre Segurança no Nordeste Asiático, começou na quinta-feira (6) na capital mongol e terá duração de dois dias.

A Mongólia mantém relações amistosas com a Coreia do Norte. De 2014 a 2018, Pyongyang enviou uma delegação à conferência todos os anos, proporcionando ao Japão uma rara oportunidade de contato direto com a Coreia do Norte para expressar sua posição sobre os cidadãos japoneses sequestrados pelo país e o desenvolvimento nuclear e de mísseis do Norte. Em 2018, um oficial do Ministério das Relações Exteriores do Japão conversou brevemente com o chefe do Instituto de Desarmamento e Paz da Coreia do Norte.

Ausência da Coreia do Norte
O Ministério das Relações Exteriores da Mongólia informou que enviou um convite a Pyongyang, mas nenhum oficial norte-coreano chegou à conferência.

Fontes norte-coreanas disseram à NHK que, como Japão e Estados Unidos continuam a manter uma política hostil em relação à Coreia do Norte, participar da conferência não traria resultados significativos para o país.

A ausência da Coreia do Norte na conferência de Ulaanbaatar destaca as tensões contínuas na região e a dificuldade de engajamento diplomático com Pyongyang.