23.3 C
Kōnan
sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Carrie Lam critica a legislação dos EUA sobre Hong Kong

A Chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, criticou duramente a nova legislação norte-americana que visa apoiar os direitos humanos e a democracia no território.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Hospital de Tóquio está se especializando em Covid-19

Hospital de Tóquio está se especializando em Covid-19 Um hospital em Tóquio se tornou o primeiro na capital especializado no tratamento de pacientes internados para...

Oficial sul-coreano foi “morto a tiros e queimado” pela Coreia do Norte

Oficial sul-coreano foi "morto a tiros e queimado" pela Coreia do Norte A Coreia do Sul acusa tropas norte-coreanas de matarem a tiros e queimarem...

Laços entre Japão e Coreia do Sul não podem continuar tensos

Laços entre Japão e Coreia do Sul não podem continuar tensos O primeiro-ministro japonês, Suga Yoshihide, pediu ao presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que tomasse medidas...

Trump anuncia novas sanções contra Cuba

Trump anuncia novas sanções contra Cuba O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (23), que o governo americano impôs novas sanções a Cuba. As...

Ex-jogador de futebol Carlos Alberto se dedica a projetos assistenciais na África

Ex-jogador de futebol Carlos Alberto se dedica a projetos assistenciais na África O ex-jogador de futebol Carlos Alberto Santos de Deus, que jogou profissionalmente no...

Carrie Lam critica a legislação dos EUA sobre Hong Kong

A Chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, criticou duramente a nova legislação norte-americana que visa apoiar os direitos humanos e a democracia no território.

Lam disse aos repórteres. nesta terça-feira (3), que se opõe veementemente à legislação promulgada na semana passada e lamentou o que descreveu como interferência estrangeira.

Ela também disse que a lei pode afetar a confiança das empresas em Hong Kong e não beneficiará a economia.

Lam indicou apoio às contramedidas da China anunciadas nesta segunda-feira (2), como a recusa, por enquanto, de fazer escala em Hong Kong de navios de guerra norte-americanos.

Ela disse que Hong Kong vai agir em sintonia com as decisões do governo chinês em relação à diplomacia.

Lam, novamente, rejeitou as exigências feitas pelos manifestantes, incluindo um pedido de votação direta para escolher o chefe executivo de Hong Kong.

Os manifestantes também estão pedindo uma investigação independente sobre a forma como a polícia tem lidado com manifestações anti-governamentais.

O grupo pró-democracia obteve uma vitória retumbante nas eleições do mês passado para o conselho distrital.

Os cidadãos estão, aparentemente, perturbados com a recusa de Lam em fazer concessões, apesar do resultado da pesquisa. Os manifestantes entraram em conflito com a polícia no fim de semana passado, após um período de relativa calma.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Oficial sul-coreano foi “morto a tiros e queimado” pela Coreia do Norte

Oficial sul-coreano foi "morto a tiros e queimado" pela Coreia do Norte A Coreia do Sul acusa tropas norte-coreanas de matarem a tiros e queimarem...

Laços entre Japão e Coreia do Sul não podem continuar tensos

Laços entre Japão e Coreia do Sul não podem continuar tensos O primeiro-ministro japonês, Suga Yoshihide, pediu ao presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que tomasse medidas...

Trump anuncia novas sanções contra Cuba

Trump anuncia novas sanções contra Cuba O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (23), que o governo americano impôs novas sanções a Cuba. As...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Pedro Pimentel apresenta o álbum “Stereotypes”

0
Pedro Pimentel apresenta o álbum “Stereotypes” O último álbum do músico Pedro Pimentel, “Stereotypes”, foi produzido, gravado, mixado pelo próprio artista, assim como a masterização....

Bolsonaro abre a 75ª Assembléia Geral da ONU

Translate »