27.1 C
Kóka
sábado, 2024/07/20  10:55
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Orbán visita China e discute Ucrânia com Xi Jinping

Primeiro-ministro húngaro busca apoio para resolução do conflito.

Pequim, China, 09 de julho de 2024 – Agência de Notícias Xinhua – O primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán visitou a China nesta segunda-feira (8) e discutiu a situação na Ucrânia com o presidente chinês Xi Jinping. O encontro ocorre em um momento crucial, com a Hungria assumindo a presidência rotativa da União Europeia este mês.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da China, Xi “expressou apreço pelos esforços de Orbán na promoção de uma solução política para a crise ucraniana”. O presidente chinês também afirmou que “um cessar-fogo antecipado e uma solução política são do interesse de todas as partes” e que “as proposições básicas da China e da Hungria e a direção de seus esforços são as mesmas”.

Xi reiterou a disposição da China em manter comunicação com a Hungria e todas as partes relevantes sobre a questão. Por sua vez, Orbán destacou em suas redes sociais que a China é uma potência-chave na criação de condições para a paz no conflito entre Rússia e Ucrânia.

A visita de Orbán à China segue suas recentes viagens à Ucrânia e à Rússia, onde se encontrou com os presidentes Volodymyr Zelenskyy e Vladimir Putin, respectivamente. Essas iniciativas diplomáticas, especialmente o encontro com Putin, geraram críticas do governo ucraniano e da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que alertou que “o apaziguamento não deterá Putin”.

A postura de Orbán, conhecido por suas posições pró-Rússia, contrasta com a linha oficial da União Europeia, gerando tensões dentro do bloco. Sua busca por apoio chinês na resolução do conflito ucraniano reflete uma abordagem diplomática alternativa, que pode ter implicações significativas para as relações entre a UE, China e Rússia.

Este encontro entre Orbán e Xi Jinping destaca o papel crescente da China nas questões geopolíticas europeias e sua potencial influência na resolução do conflito ucraniano. A comunidade internacional observa atentamente os desdobramentos dessa iniciativa diplomática e seus possíveis impactos no cenário global.

Radio Shiga
Siga-nos
Últimos posts por Radio Shiga (exibir todos)