27.1 C
Kóka
sábado, 2024/07/20  10:40
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Coreia do Norte envia delegação militar à Rússia

Visita reforça laços militares após acordo estratégico.

Pyongyang, Coreia do Norte, 10 de julho de 2024 – Agência Central de Notícias da Coreia – A Coreia do Norte anunciou o envio de uma delegação de oficiais de educação militar à Rússia, em um movimento que deve aprofundar os laços militares entre os dois países. A visita ocorre após a assinatura de um tratado de parceria estratégica abrangente em junho deste ano.

O jornal Rodong Sinmun, órgão oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia, informou na terça-feira (9) que os delegados, incluindo altos funcionários da educação do Exército Popular da Coreia, partiram de Pyongyang para a Rússia na segunda-feira (8). A delegação é liderada por Kim Kum Chol, presidente da Universidade Militar Kim Il Sung, embora detalhes específicos sobre o propósito da visita não tenham sido divulgados.

Esta é a primeira vez que a Coreia do Norte anuncia um intercâmbio militar com a Rússia desde a assinatura do tratado de parceria estratégica. O acordo prevê assistência militar mútua caso qualquer um dos países seja colocado em estado de guerra.

Autoridades dos Estados Unidos e da Coreia do Sul afirmam que a Coreia do Norte tem fornecido projéteis de artilharia e outras munições à Rússia para uso na invasão da Ucrânia, em troca de tecnologia militar e fornecimento de energia de Moscou.

Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul condenaram a cooperação militar entre os dois países, alegando que viola as resoluções do Conselho de Segurança da ONU. A crescente proximidade entre Pyongyang e Moscou tem gerado preocupações na comunidade internacional sobre o equilíbrio de poder na região e as implicações para a segurança global.

Esta visita marca um novo capítulo nas relações entre Coreia do Norte e Rússia, sinalizando uma cooperação militar mais estreita em um cenário geopolítico já tenso. Analistas internacionais observam atentamente os desdobramentos desta parceria e seus possíveis impactos na dinâmica de segurança do Nordeste Asiático e além.

Radio Shiga
Siga-nos
Últimos posts por Radio Shiga (exibir todos)