12 C
Kóka
sexta-feira, 2024/03/01  6:14
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Tailândia cria corredor humanitário para deslocados de Myanmar

Tailândia planeja enviar ajuda humanitária para civis em meio ao agravamento dos conflitos em Myanmar.

Mae Sot, Tailândia – 10 de fevereiro de 2024 – A Tailândia planeja abrir um corredor humanitário em sua fronteira com Myanmar para enviar ajuda a civis, em meio ao agravamento dos confrontos entre a junta militar e as forças armadas de oposição.

O Ministro das Relações Exteriores da Tailândia, Parnpree Bahiddha-Nukara, visitou Mae Sot, no oeste da Tailândia, na quinta-feira (8), para inspecionar um posto de controle na fronteira que será o centro da missão de ajuda.

Autoridades tailandesas afirmam que o primeiro lote de alimentos e suprimentos médicos será entregue a cerca de 20.000 pessoas em Myanmar por meio da Cruz Vermelha, já em março.

A iniciativa foi endossada pela Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) em janeiro, após acordo entre o governo tailandês e o exército de Myanmar.

O ministro tailandês das Relações Exteriores destacou que a questão humanitária está diretamente relacionada às vidas das pessoas.

Ele afirmou: “Não é uma questão política, portanto, todos os lados devem concordar com o princípio apresentado pela ASEAN, que a Tailândia está promovendo agora”.

A ONU estima que 2,6 milhões de pessoas em Myanmar foram deslocadas internamente desde o golpe militar há três anos. Milhares fugiram para países vizinhos, incluindo a Tailândia.

O estabelecimento do corredor humanitário é visto como uma tentativa do governo tailandês de estabilizar a situação nas áreas de fronteira.