12 C
Kóka
sexta-feira, 2024/03/01  6:07
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Aumenta em mais de 100 mil número de delitos no Japão em 2023

Relatório da Polícia Nacional do Japão aponta crescimento significativo nos delitos registrados em 2023 em comparação com o ano anterior.

Tóquio, Japão – 9 de fevereiro de 2024 – A Polícia Nacional do Japão divulgou seu relatório anual de situação criminal, revelando um aumento substancial nos delitos registrados em 2023 em comparação com 2022.

De acordo com o relatório, o Japão registrou mais de 100.000 delitos adicionais em 2023, totalizando 703.351 delitos conhecidos pela polícia, um aumento de 102.020 em relação ao ano anterior.

Os delitos atingiram o pico de 2,854 milhões em 2002. O número então declinou por 19 anos consecutivos até 2021, quando atingiu o menor nível pós-guerra, registrando 568.000 delitos. No entanto, tem aumentado novamente nos últimos dois anos.

Os crimes de rua, como roubo de bicicletas, lesões e agressões, aumentaram 21% em relação a 2022, totalizando 243.987 casos.

A agência atribui o aumento à maior atividade das pessoas com o relaxamento das restrições da pandemia de coronavírus.

Delitos graves, como homicídio e roubo, aumentaram 30%, totalizando 12.372 casos.

Casos de fraudes especiais, envolvendo telefonemas e outras ferramentas de comunicação, totalizaram 19.033 – o maior número dos últimos 15 anos.

O prejuízo totalizou cerca de 44,12 bilhões de ienes, ou quase 300 milhões de dólares, cerca de 47 milhões de dólares a mais do que em 2022.

Os prejuízos decorrentes de fraudes bancárias online totalizaram cerca de 8,6 bilhões de ienes, ou cerca de 58 milhões de dólares, um recorde histórico.

Além disso, a polícia relatou 122.806 crianças menores de 18 anos aos centros de consulta infantil sob suspeita de serem vítimas de abuso.

A agência descreveu a situação criminal como grave e prometeu prevenir quaisquer lapsos na patrulha e promover medidas abrangentes para garantir a segurança e a tranquilidade pública.