27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  12:56
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Usina nuclear de Zaporizhzhia restabelece a energia elétrica após a sétima interrupção

A empresa estatal de energia da Ucrânia informou na segunda-feira (22), que um ataque russo causou uma queda de energia na usina nuclear de Zaporizhzhia, mas anunciou horas depois que a energia foi restaurada.

Usina nuclear de Zaporizhzhia restabelece a energia elétrica após a sétima interrupção

A empresa estatal de energia da Ucrânia informou na segunda-feira (22), que um ataque russo causou uma queda de energia na usina nuclear de Zaporizhzhia, mas anunciou horas depois que a energia foi restaurada.

A Energoatom disse inicialmente nas mídias sociais que a última linha de transmissão de alta tensão havia sido desconectada pela sétima vez desde que a Rússia iniciou sua ocupação da usina ucraniana.

Também disse que todos os geradores a diesel da usina começaram a operar automaticamente, mas que ainda há estoque de combustível suficiente para operá-los por 10 dias.

Acrescentou que a ocupação contínua da usina pela Rússia está levando a mesma a ficar cada vez mais perto da impossibilidade de reparo.

O diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica, Rafael Grossi, tuitou na segunda-feira (22), que a situação da segurança nuclear na usina é extremamente vulnerável. Ele também pediu a proteção imediata da usina.

A AIEA vem pedindo à Rússia e à Ucrânia que concordem em estabelecer uma zona de proteção de segurança nuclear em Zaporizhzhia, a maior usina nuclear da Europa.

As frequentes interrupções do fornecimento de energia externa devido a bombardeios geraram temores de que um acidente pudesse ocorrer na usina.