28.5 C
Kóka
quinta-feira, 2024/06/20  6:53
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Tribunal japonês rejeita ação contra retomada do funcionamento da usina nuclear de Onagawa

Um tribunal japonês rejeitou o pedido de um grupo de residentes para bloquear a retomada de um reator, em uma usina nuclear na província de Miyagi, no nordeste do Japão.

Tribunal japonês rejeita ação contra retomada do funcionamento da usina nuclear de Onagawa

Um tribunal japonês rejeitou o pedido de um grupo de residentes para bloquear a retomada de um reator, em uma usina nuclear na província de Miyagi, no nordeste do Japão.

Na quarta-feira (24), o Tribunal Distrital de Sendai se recusou a emitir uma liminar para manter o reator nº 2 da usina nuclear de Onagawa fora de operação.

A ação foi movida por moradores da cidade de Ishinomaki, próxima à usina. Eles disseram que um plano de evacuação que a cidade elaborou para o caso de um acidente grave é falho e impraticável.

É incomum que os demandantes que buscam a suspensão da operação de um reator nuclear se concentrem apenas em problemas com um plano de evacuação.

Na maioria das outras ações judiciais, o risco de um acidente nuclear grave tem sido o principal ponto de discórdia.

A Tohoku Electric Power Company planeja reativar o reator nº 2 da usina de Onagawa em fevereiro.

Esse é o primeiro reator programado para ser reiniciado em partes do nordeste do Japão, que foram devastadas pelo terremoto, tsunami e acidente de 2011 na usina nuclear de Fukushima Daiichi.