Governos britânico e norte-americano condenam Irã pela prisão do embaixador do Reino Unido

Os governos britânico e norte-americano estão criticando o Irã por deter o embaixador de Londres em Teerã durante um protesto anti-governo na capital iraniana neste sábado (11).

Image © (Embaixador britânico no Irã, Robert Macaire / Reprodução / Daily Mail) Jan/2020

Governos britânico e norte-americano condenam Irã pela prisão do embaixador do Reino Unido

Os governos britânico e norte-americano estão criticando o Irã por deter o embaixador de Londres em Teerã durante um protesto anti-governo na capital iraniana neste sábado (11).

A mídia britânica diz que o embaixador Robert Macaire estava assistindo a um memorial para lembrar aqueles que morreram na queda do um avião ucraniano na quarta-feira (8). O evento virou um protesto contra o governo e o embaixador foi detido por suspeita de estar envolvido.

O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Dominic Raab, disse numa declaração: “A prisão do nosso embaixador em Teerã sem fundamentos ou explicações é uma violação flagrante do direito internacional”.

A declaração também diz: “O governo iraniano está num momento de encruzilhada; pode continuar a sua marcha para o estatuto de pária com o isolamento político e económico que implica ou tomar medidas para desanuviar as tensões e enveredar por um caminho diplomático para o futuro”.

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Morgan Ortagus, criticou o Irã em um tweet por aquilo que ela chamou de violação da Convenção de Viena. Ela exigiu que o Irã respeitasse os direitos dos diplomatas e formalmente pedisse desculpas ao governo britânico.