Guto da dupla sertaneja Guto e Nando comemora aniversário

Aconteceu no início do mês a festa de aniversario do cantor Guto, que faz dupla com seu irmão Nando. Como toda festa sertaneja, a maioria dos convidados estavam vestidos á caráter, completando o cenário do lugar. A festa foi realizada no Country Bar em São Paulo.

Guto estava totalmente feliz e á cada amigo que chegava, fortes abraços eram trocados. Vários artistas e duplas sertanejas compareceram para alegrar o aniversário do cantor, enquanto fotógrafos e imprensa registraram os momentos da festa.

Thiago Barbosa, sobrinho do aniversariante, subiu ao palco para cantar em homenagem ao tio. A cantora e compositora Fátima Leão, também foi convidada a cantar suas composições para a alegria dos convidados.

Sonia Costa, assessora da dupla esteve presente, bem como alguns artistas mirins do SBT, Mille Mafoei, Ramon Santana, Laura Zaneratto. A amiga e cantora Naty Meg também foi levar seu abraço ao aniversariante.

Guto e Nando é uma dupla sertaneja, natural de Poços de Caldas-MG. Os irmãos Pedro Augusto Barbosa e Fernando Barbosa tem um inconfundível estilo, que mescla o sertanejo country rock e o sertanejo romântico, bem parecido com a dupla Edson e Hudson.<

A dupla representa a geração renovada da musica sertaneja da década de 2.000 e suas canções permanecem no coração da grande legião de fãs. Os irmãos cantavam em “barzinhos”, e foi numa dessas apresentações que foram descobertos por um empresário espanhol, sendo convidados para cantar na Espanha.

Lançaram em 2002 o CD “Guto e Nando” (gravadora Warner), que trazia músicas conhecidas do público, mas com uma roupagem nova, como “Chorando se foi” do grupo Kaoma, “Tudo acabado” de Amado Batista e “Não faz assim comigo não” de Álvaro Socci. O destaque do CD foi a faixa “Hello”, que faz parte o repertório da dupla desde os tempos em que cantavam em bares e que foi gravada por Robby, do extinto grupo “Menudos”.

Fez parte do CD a canção “No escuro da noite”, de autoria da dupla, assim como gravaram músicas de compositores conhecidos, como Maurício Gasperini e Elias Muniz. Em 2004 lançaram “Ela é Show” (gravadora Atração), e em 2005 foi a vez  do álbum “Virou Mania” que se tornou um destaque nacional com a música “Flashback”, considerado o maior sucesso da carreira da dupla.

O CD trouxe composições assinadas por Edson (Edson e Hudson) em parceria com Henrique Marx (“Diferenças” e “Não divido não”), Frann JR ( “Flashback”) e algumas músicas assinadas por Guto & Nando. Em seguida lançaram o CD 100% Rodeio (2006), e no mesmo ano gravaram o 1º DVD de carreira: “Guto & Nando ao Vivo – O Show”, com músicas dos 5 CDs que fizeram sucesso como “Hello”, “Quando o amor se vai”, “Ela é show”, “Fica Comigo”, “Flashback”, “A casa ficou pequena”, entre outras.

Em seguida lançaram o CD de coletâneas com o mesmo nome do DVD e Nossa História de Amor (2007). Infelizmente em 2010, a dupla decidiu pela separação após 10 anos de carreira, mas para a alegria dos fãs retornam no mesmo ano e iniciam a turnê “Irmãos na Estrada”. Quando tudo parecia estar calmo, em 2013 decidem pelo fim da dupla novamente, retornando em 2015. Em 2016 iniciam turnê por todo o Brasil.

O pai dos meninos, Joel Barbosa, percebeu o talento musical dos filhos e começou a levá-los para tocar em roda de viola e em barzinhos. Guto tinha cinco anos e Nando oito. Nando ganhou aos sete anos de idade o seu primeiro instrumento, uma viola caipira que acompanhou o músico durante toda a sua adolescência.

Como compositor teve suas músicas gravadas por grandes nomes do cenário sertanejo como Teodoro e Sampaio, Marcos e Belluti, Zezé di Camargo e Luciano, Edson e Hudson, Eduardo Costa, Fátima Leão, Hugo e Tiago, Jads e Jadson, entre outros.

Facebook: https://www.facebook.com/gutoenando/

Da Redação by Cleo Oshiro
Artigo anteriorOrquestra Sinfônica Nacional, estreia no Rio “Sinfonia das Florestas” de Ricardo Tacuchian
Próximo artigoBrasil: Câmara aprova texto-base da reforma da Previdência
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site