12 C
Kóka
sexta-feira, 2024/03/01  6:20
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Duda Jardim e Elaine Frere lançam “Vadiar e Amar”

A música é uma jornada que une almas criativas e isso é evidente na colaboração vibrante entre Duda Jardim e Elaine Frere. "Vadiar e Amar" não é apenas uma canção, mas uma expressão de suas visões compartilhadas e paixões musicais. Este é o segundo capítulo de uma colaboração que está apenas começando, já que ambos os artistas estão imersos não apenas neste lançamento, mas também em um terceiro projeto que está a caminho.

A música é uma jornada que une almas criativas e isso é evidente na colaboração vibrante entre Duda Jardim e Elaine Frere. “Vadiar e Amar” não é apenas uma canção, mas uma expressão de suas visões compartilhadas e paixões musicais. Este é o segundo capítulo de uma colaboração que está apenas começando, já que ambos os artistas estão imersos não apenas neste lançamento, mas também em um terceiro projeto que está a caminho.

A canção “Vadiar e Amar” é um reflexo da liberdade encontrada ao se permitir vagar pelos encantos da vida, sem amarras ou limitações, que captura a essência da jornada humana, misturando emoções, histórias e batidas cativantes.

Marcando o calendário para o dia 24 de janeiro de 2024, o lançamento será acompanhado por um videoclipe. Elaine e Duda estão comprometidos em trazer não apenas a música, mas também uma experiência visual que complementa a narrativa da canção.

Enquanto se preparam para compartilhar “Vadiar e Amar” com o mundo, os dois artistas também continuam a trilhar seus caminhos individuais na música, explorando seus próprios projetos e produções pessoais. Esta colaboração é apenas um exemplo do que está por vir, com letra e melodia que transcendem fronteiras e celebram a liberdade de criar e se expressar.

Para os artistas, este lançamento não só irá marcar uma celebração da música, mas também destacará a conexão especial entre esses dois artistas comprometidos em compartilhar arte com o mundo.

A produção meticulosa por trás da melodia de “Vadiar e Amar” revela a colaboração íntima entre Duda Jardim, Elaine Frere e o talentoso Mc Donald Parris, que desempenhou papéis essenciais na criação e aprimoramento da canção.

Mc Donald Parris, um arranjador e produtor musical com vasta experiência, foi o responsável pelo arranjo da música, além de cuidar da mixagem e masterização. Seu talento como guitarrista e sua expertise musical, baseada no Virtual Mc Studio, acrescentaram camadas de profundidade à canção, elevando-a a um novo patamar sonoro.

Os instrumentos cuidadosamente selecionados para “Vadiar e Amar” oferecem uma rica tapeçaria sonora. O uso de violões de nylon traz uma tonalidade suave e envolvente, enquanto o UDU, instrumento de percussão de origem africana, empresta sua essência significativa, carregando o significado de “paz”, o que se alinha perfeitamente com a atmosfera da música.

Além disso, o chocalho e o Cajón, este último com suas raízes no contexto do Peru Colonial e sua conexão com os ritmos africanos através da criatividade dos escravos, contribuem com camadas de ritmo e profundidade, enriquecendo a experiência auditiva da canção.

A letra, inicialmente concebida por Elaine Frere, ganhou nuances e perspectivas por meio das intervenções de Duda Jardim. Esta dança criativa, onde as ideias se entrelaçam e se complementam, é uma fórmula comum para esses artistas. Da mesma forma, a melodia de Duda e suas harmonias encontraram um novo significado e profundidade graças à intervenção e contribuições de Elaine.

O cerne da canção reside na ideia de uma jornada, uma viagem que serve como pano de fundo para reflexões profundas presentes na letra. Essa colaboração entre Duda, Elaine e Mc Donald Parris é um testemunho da beleza que surge quando mentes criativas se unem para criar uma obra que transcende fronteiras e ressoa profundamente nos corações daqueles que a ouvem. “Vadiar e Amar” é mais do que uma simples canção; é uma experiência musical que convida os ouvintes a se perderem em uma viagem sonora enriquecedora e inspiradora.

BIOGRAFIAS

Elaine Frere parece trazer um universo multifacetado de expressão artística consigo! Sua trajetória é um verdadeiro mergulho na diversidade artística, abrangendo várias formas de expressão cultural. Sua atuação no circo e no teatro, tanto como escritora, atriz, diretora e compositora de trilhas sonoras, é um testemunho de sua versatilidade criativa. A colaboração com nomes como Hugo Possolo, Guga Stroeter e Vladimir Capela destaca sua presença significativa no cenário artístico, contribuindo para a criação de espetáculos memoráveis e envolventes.

Além disso, sua experiência como Coordenadora Geral de Produção e Gestora de Comunicação no Festival Internacional de Circo de São Paulo demonstra sua habilidade não apenas como artista, mas também como uma profissional envolvida na gestão e organização de eventos culturais de grande porte.

O fato de ser autora de livros infantis com temática circense mostra não apenas sua paixão pelo circo, mas também seu desejo de transmitir a magia desse universo para as novas gerações.

Seu redirecionamento para a música autoral a partir de 2019 é uma reviravolta fascinante em sua jornada artística. O lançamento do primeiro single “Quando Adormeço”, com a participação de Kleber Albuquerque, é um marco na sua incursão na música, seguido pelo álbum “Quando os versos se uniram pra reclamar canção”, produzido por Felipe Mancini em 2021.

A parceria com o poeta Flávvio Alves, resultando em três singles lançados pelo selo Sete Sóis, destaca sua colaboração contínua e sua disposição em explorar novas dinâmicas criativas e artísticas.

Elaine Frere é, sem dúvida, uma artista multifacetada que mergulhou em várias vertentes da arte, do circo ao teatro, da literatura infantil à música autoral. Sua jornada reflete uma dedicação contínua à expressão criativa, colaborações inspiradoras e uma vontade de expandir constantemente seus horizontes artísticos.

Duda Jardim é um artista completo, cuja trajetória abraça várias facetas da expressão musical e cultural. Sua versatilidade como músico, cantor, compositor, produtor cultural e educador revela uma dedicação multifacetada ao mundo da arte. Como um apaixonado pela MPB, Duda traz consigo uma fusão de influências que vão desde os ícones como Belchior e Zé Ramalho até artistas contemporâneos como Arnaldo Antunes e Vander Lee. Essa gama diversificada de influências molda sua identidade musical, adicionando camadas de riqueza e profundidade às suas criações.

O desejo de Duda Jardim de conciliar sua bagagem cultural com as novas tecnologias e influências dos novos parceiros reflete um compromisso em evoluir artisticamente. Essa fusão entre tradição e inovação promete gerar um trabalho que não apenas respeita suas raízes musicais, mas também busca novas fronteiras e relevância cultural.

Sua abordagem na construção de um trabalho artístico diferente e de importância cultural demonstra uma mentalidade aberta e criativa. A disposição para colaborar e absorver novas influências promete criar uma sinergia única em suas composições e performances.

Duda Jardim não apenas busca criar música, mas também se posiciona como um educador cultural, compartilhando seu conhecimento e paixão pela arte com outros. Sua dedicação ao ensino é uma prova do seu compromisso em inspirar a próxima geração de artistas e enriquecer a comunidade cultural. Seu percurso artístico é um testemunho do poder da música em transcender fronteiras, conectar pessoas e culturas, e é um reflexo da dedicação de Duda Jardim em criar um legado musical que ecoe na paisagem cultural brasileira.

Link do pre save: https://show.co/e5mY7Zp

Ficha Técnica:

Autoria e Voz: Elaine Frere

Autoria e Voz: Duda Jardim

Imagem de Capa: Elaine Frere

Arranjos, Mixagem e Masterização: Mc Donald Parris

Distribuição: CD Baby

QUANDO OS VERSOS SE UNIRAM PRA RECLAMAR CANÇÃO, na sua plataforma de streaming preferida.
Cleo Oshiro
Últimos posts por Cleo Oshiro (exibir todos)