28 C
Kóka
sábado, 2024/07/20  9:42
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Biden fecha ‘brecha’ de importação de aço e alumínio do México

Medida visa conter entrada de metais chineses nos EUA.

Washington, Distrito de Columbia, Estados Unidos, 11 de julho de 2024 – Agência de Notícias Reuters – O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira (10) a imposição de tarifas sobre aço e alumínio estrangeiros enviados do México, em uma tentativa de fechar uma “brecha” que permitia a entrada de metais chineses no mercado americano sem o pagamento de impostos.

Autoridades comerciais dos EUA temem que seus homólogos chineses estejam usando o México como porta de entrada para o mercado americano, evitando o pagamento de impostos. Como parte do acordo comercial norte-americano, os EUA permitem importações do México livres de impostos, mas observaram que a China tem se aproveitado dessa situação.

As novas medidas incluem uma tarifa de 25% sobre importações de aço derretido e moldado fora do México, EUA ou Canadá, e uma tarifa de 10% sobre importações de alumínio, afetando principalmente a produção baseada na China, Rússia, Bielorrússia e Irã.

O governo mexicano concordou em cooperar, exigindo que os importadores de produtos de aço forneçam informações sobre o país de origem.

Funcionários da Casa Branca afirmaram que o presidente Joe Biden está tomando medidas para fechar uma “brecha” deixada aberta por seu antecessor, Donald Trump. Eles argumentam que essa lacuna permitiu que metais chineses baratos, apoiados por subsídios governamentais, inundassem o mercado americano.

A medida de Biden visa proteger os fabricantes e trabalhadores domésticos, em um momento em que ele busca a reeleição. Esta ação reflete a crescente preocupação dos EUA com a competição econômica da China e seus esforços para fortalecer a produção industrial doméstica.

Esta decisão pode ter implicações significativas para as relações comerciais entre EUA, México e China, potencialmente alterando os fluxos de comércio de metais na região norte-americana e afetando as cadeias de suprimentos globais.

Radio Shiga
Siga-nos
Últimos posts por Radio Shiga (exibir todos)