28.5 C
Kóka
quinta-feira, 2024/06/20  7:19
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Não há necessidade de mobilização, mais de 460 mil voluntários se alistaram diz Putim

Presidente russo diz que centenas de milhares se voluntariaram para o serviço militar.

São Petersburgo, Rússia, 9 de junho de 2024 (Agência de Notícias Tass) – O presidente russo, Vladimir Putin, diz que planeja continuar as operações militares na Ucrânia no futuro previsível e que centenas de milhares de voluntários se alistaram nas forças armadas russas.

Putin falou no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo na sexta-feira (7).

Ele disse que, para Moscou derrotar o inimigo o mais rápido possível, seu contingente atual é insuficiente, e que o país adere a uma tática diferente.

Putin afirmou que não há necessidade de Moscou introduzir a mobilização, pois mais de 300 mil pessoas se voluntariaram para o serviço militar no ano passado e outras 160 mil até agora neste ano.

A Força Aérea ucraniana anunciou no sábado (8) que derrubou vários drones e mísseis russos nas regiões orientais de Kharkiv e Zaporizhzhia, no sul.

Isso ocorreu quando tropas terrestres russas lançaram um ataque transfronteiriço na região de Kharkiv. O governador regional diz que uma pessoa foi morta e duas ficaram feridas no ataque.

Estados Unidos e outras nações ocidentais anunciaram, recentemente, que estão permitindo que a Ucrânia ataque alvos dentro do território russo com armas que forneceram.