27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  1:41
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Avião da JAL passa do ponto de parada, fazendo outro avião de passageiros abortar decolagem

Incidente em Fukuoka Airport resulta em cancelamento de voo após avião da Japan Airlines ultrapassar linha de parada.

Fukuoka, Japão – 14 de maio de 2024 – Segundo informações obtidas pela NHK, um avião da Japan Airlines ultrapassou significativamente o ponto de parada em uma via de táxi no Aeroporto de Fukuoka, no sudoeste do Japão, na última sexta-feira (10), resultando no cancelamento de outro voo de passageiros.

O Ministério dos Transportes do Japão informa que o avião da JAL estava aguardando para decolar na via de táxi em Fukuoka e cruzou a linha de parada em frente a uma pista, pouco depois do meio-dia de sexta-feira.

O avião recebeu ordens de um controlador de tráfego aéreo para parar na frente da linha de parada, mas continuou e parou em frente à pista após receber uma segunda ordem do controlador para cessar o movimento.

O incidente ocorreu quando um avião operado pela companhia aérea regional J-Air, com destino ao Aeroporto de Matsuyama, estava se preparando para decolar na mesma pista. Ele estava viajando a uma velocidade de mais de 120 quilômetros por hora.

O avião da J-Air abortou abruptamente sua decolagem após a ordem do controlador.

Havia 47 pessoas, incluindo a tripulação, a bordo do avião da J-Air, mas ninguém ficou ferido quando os freios de emergência foram acionados.

Os dois aviões estavam a apenas algumas centenas de metros de distância quando o avião da J-Air parou. As asas do avião da JAL foram encontradas parcialmente entrando na pista depois que o avião da J-Air parou.

O voo da J-Air foi cancelado, pois precisou de inspeção após a aplicação dos freios de emergência.

O piloto relatou às autoridades que parecia que o avião da JAL estava prestes a entrar na pista.

As autoridades do ministério estão investigando os detalhes do ocorrido.

A JAL emitiu um pedido de desculpas pelo transtorno causado. A companhia aérea revelou que já relatou o acidente às autoridades de aviação. Ela diz que analisará a causa do incidente, incluindo a comunicação com o controle de tráfego aéreo, e fará esforços para evitar ocorrências semelhantes sob a orientação das autoridades.