5.7 C
Kóka
quinta-feira, 2024/04/25  8:16
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Zoológico de Ueno, em Tóquio, vai reconstruir ‘montanha dos macacos’ em um recinto semelhante a uma floresta

Principal zoológico de Tóquio planeja renovar o recinto dos macacos japoneses para proporcionar um ambiente mais confortável durante o verão escaldante.

Tóquio, Japão, 28 de março de 2024 (NHK) – O principal zoológico de Tóquio planeja reconstruir o recinto dos macacos japoneses para ajudá-los a se sentirem mais confortáveis durante a temporada escaldante de verão.

A “montanha dos macacos” no Jardim Zoológico de Ueno foi construída em 1932. É a instalação de observação mais antiga entre os zoológicos do Japão. Com formato de uma montanha de rocha, a estrutura de concreto permite que os visitantes vejam facilmente os macacos.

O zoológico planeja renovar a instalação envelhecida levando em consideração o bem-estar animal, um conceito amplamente difundido entre os zoológicos em todo o mundo, incluindo o Japão. A ideia visa ajudar os animais a permanecerem saudáveis sem estresse.

O novo recinto será semelhante a uma floresta, com árvores artificiais que proporcionarão mais sombra para os macacos.

Para o revestimento do solo, estão sendo considerados materiais que não aqueçam tão facilmente.

Autoridades do zoológico de Ueno afirmam que os macacos japoneses são relativamente tolerantes ao frio, mas são vulneráveis ao calor, pois não transpiram muito.

No verão, as temperaturas na instalação existente dos macacos às vezes excedem 40 graus Celsius devido ao calor refletido pelo concreto. Atualmente, o zoológico de Ueno instalou sprinklers e outras medidas de resfriamento, mas fornecer um habitat mais confortável para os macacos em condições extremamente quentes é um desafio importante.

A construção do novo recinto está programada para começar por volta de março do próximo ano e será concluída em cerca de um ano. Os macacos japoneses serão transferidos para uma instalação temporária durante o período intermediário.