5.7 C
Kóka
quinta-feira, 2024/04/25  8:27
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Zelenskyy destaca necessidade de ajuda militar contínua enquanto guerra enfrenta ponto crucial

Presidente da Ucrânia pede apoio contínuo do Ocidente enquanto país enfrenta o terceiro ano de guerra contra a Rússia.

Kyiv, Ucrânia – 26 de Fevereiro de 2024 – O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, fez um apelo por assistência militar contínua do Ocidente à medida que o país enfrenta o que ele chamou de terceiro ano crucial na luta contra a invasão russa.

Zelenskyy dirigiu-se a repórteres ucranianos e estrangeiros em uma coletiva de imprensa de duas horas na capital, Kyiv, no domingo (25), um dia após o segundo aniversário do início da invasão.

Pela primeira vez, ele revelou que 31.000 soldados ucranianos foram mortos nos dois anos de conflito e expressou frustração com a assistência militar atrasada dos países ocidentais.

O presidente ucraniano afirmou: “Agora é o momento mais difícil para nossa unidade”.

Ele também mencionou o impasse no Congresso dos Estados Unidos sobre a nova ajuda militar ao país. Ele disse que os legisladores dos EUA sabem que a Ucrânia precisa de apoio em um mês e que tem certeza de que tomarão uma decisão positiva.

Zelenskyy também afirmou que a Rússia irá preparar ações de contraofensiva no início do verão ou no final de maio, enfatizando que o desfecho da guerra dependerá deste ano. Ele destacou que o terceiro ano é um ponto crucial.

O presidente também mencionou a suspeita de Moscou estar adquirindo armas do Irã e da Coreia do Norte.

Ele disse que se a Rússia estiver recorrendo a essas armas, significa que este ano também é crucial para eles, pois têm um grande déficit.

Zelenskyy observou esperar que os líderes dos países ocidentais e emergentes se reúnam na Suíça nesta primavera para discutir um plano de paz proposto por Kyiv, que inclui a retirada das tropas russas da Ucrânia.