5.7 C
Kóka
quinta-feira, 2024/04/25  7:57
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Jornalista português detido pela PF em Guarulhos ao cobrir manifestação de Bolsonaro

Sérgio Tavares é detido pela Polícia Federal ao chegar ao Brasil para cobrir o evento convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

São Paulo, Brasil – 25 de Fevereiro de 2024 – O jornalista português Sérgio Tavares foi detido pela Polícia Federal no Aeroporto de Guarulhos ao chegar ao Brasil na manhã deste domingo (25). Tavares viajou ao país para cobrir o evento convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, marcado para às 15h na Avenida Paulista.

Em um vídeo publicado em uma rede social às 8h24, Tavares relatou estar detido no aeroporto de São Paulo, com seu passaporte retido pela PF. Ele afirmou que a polícia queria fazer questionamentos devido à sua intenção de divulgar a manifestação pela democracia convocada por Bolsonaro.

O jornalista explicou que veio ao Brasil apenas para registrar imagens do evento de Bolsonaro e mostrar ao mundo a manifestação. Contudo, às 10h14, informou que já estava sendo interrogado pela PF sobre declarações relacionadas a urnas, fraude eleitoral e ditadura do judiciário.

Anteriormente, Tavares havia declarado que sua viagem serviria para mostrar à Europa o descontentamento do povo brasileiro contra a ditadura em que o país estaria mergulhado. Ele planejava também comparecer a uma audiência do Senado Federal em Brasília sobre a obrigatoriedade da vacinação contra a covid-19 em bebês e crianças.