27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  12:49
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receitas de petróleo da Rússia, entre janeiro e março, foram 40% menores do que no ano passado

O Departamento do Tesouro dos EUA afirma que as receitas de petróleo do governo russo, no período de janeiro a março, foram mais de 40% menores do que no ano anterior.

Receitas de petróleo da Rússia, entre janeiro e março, foram 40% menores do que no ano passado

O Departamento do Tesouro dos EUA afirma que as receitas de petróleo do governo russo, no período de janeiro a março, foram mais de 40% menores do que no ano anterior.

Na quinta-feira (18), o departamento divulgou um relatório dizendo que o limite de preço do petróleo russo foi bem-sucedido. O limite faz parte das sanções impostas pelos países ocidentais contra a Rússia por sua invasão da Ucrânia.

O relatório diz que, antes da invasão, as receitas do petróleo representavam de 30% a 35% do orçamento da Rússia. Em 2023, elas representarão 23%.

Espera-se que a situação na Ucrânia esteja entre os itens da agenda da cúpula do G7, que teve início na sexta-feira (19), na cidade de Hiroshima, no oeste do Japão.

Antes da cúpula, um alto funcionário da administração do presidente dos EUA, Joe Biden, disse a repórteres que os EUA e os outros países do G7 revelarão novas sanções com o objetivo de isolar a Rússia economicamente e enfraquecer sua capacidade de continuar a guerra na Ucrânia.

O governo dos EUA, aparentemente, espera reafirmar a unidade dos países do G7 na cúpula e endurecer ainda mais as sanções contra a Rússia.