8 C
Kóka
terça-feira, 2024/04/23  4:23
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pontos críticos nas negociações sobre o teto da dívida dos EUA

A administração do presidente dos EUA, Joe Biden, e o Partido Republicano permaneceram muito distantes em suas negociações sobre o teto da dívida pública.

Pontos críticos nas negociações sobre o teto da dívida dos EUA

A administração do presidente dos EUA, Joe Biden, e o Partido Republicano permaneceram muito distantes em suas negociações sobre o teto da dívida pública.

Um projeto de lei proposto pelos republicanos com o objetivo de aumentar o teto e cortar gastos foi aprovado na Câmara dos Deputados, onde o partido tem a maioria.

O projeto de lei pede a abolição ou revisão das isenções fiscais para energia renovável e veículos elétricos, que são os projetos favoritos do governo Biden.

O projeto de lei propõe triagens de elegibilidade mais rigorosas para o Medicaid, um esquema de seguro médico para pessoas de baixa renda, bem como para assistência alimentar.

Também pede a aceleração do processo de aprovação e autorização para projetos de desenvolvimento de petróleo, gás natural e minerais.

O governo Biden está rejeitando as propostas, argumentando que elas podem colocar em risco a assistência médica para 21 milhões de pessoas e a assistência alimentar para quase um milhão de pessoas.

Ele diz que, além de sua própria proposta de cortar o déficit fiscal em quase 3 trilhões de dólares, planeja reduzir os gastos em mais de 1 trilhão de dólares.

O governo também argumenta que devem ser consideradas formas de aumentar as receitas, como a eliminação de 30 bilhões de dólares em incentivos fiscais para o setor petrolífero, introduzidos pelo governo anterior de Trump.

Mas o republicano Jodey Arrington, que lidera o comitê de orçamento da Câmara, indicou no domingo (21), que seu partido rejeitará a proposta do governo de acabar com as isenções fiscais.

Em entrevista à rede de televisão ABC no domingo, Arrington disse: “O povo americano entende que a crise do custo de vida que está sofrendo é resultado dos gastos, não porque temos impostos baixos”.

Ele pediu ao presidente Biden que mude sua postura nas negociações sobre o teto da dívida.

Arrington acrescentou que o projeto de lei republicano tem como objetivo lidar com “o problema dos gastos que está gerando a crise da inflação” e “essa dívida enorme e insustentável que estamos carregando como país”.