27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  12:37
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

China pede à AIEA que trate adequadamente a questão da água tratada de Fukushima

A China pediu à Agência Internacional de Energia Atômica - AIEA, que trate adequadamente o plano do Japão de liberar no mar a água tratada e diluída da usina nuclear de Fukushima Daiichi.

China pede à AIEA que trate adequadamente a questão da água tratada de Fukushima

A China pediu à Agência Internacional de Energia Atômica – AIEA, que trate adequadamente o plano do Japão de liberar no mar a água tratada e diluída da usina nuclear de Fukushima Daiichi.

O Ministro das Relações Exteriores da China, Qin Gang, fez a solicitação ao Diretor Geral da AIEA, Rafael Grossi, em sua reunião em Pequim na terça-feira (23).

O Ministério das Relações Exteriores citou Qin como tendo dito que a China apóia os esforços da AIEA para fazer novas contribuições para promover a paz e a segurança mundiais. Ele também pediu que a agência desempenhe suas funções de maneira objetiva e justa.

Qin expressou sua esperança de que a AIEA lidará adequadamente com o plano japonês e protegerá a autoridade e a credibilidade da agência.

Segundo informações, Grossi disse que a AIEA não concordará com nenhuma atividade que viole os padrões internacionais de segurança.

A China se opôs ao plano, considerando-o uma questão grave que diz respeito à saúde e à segurança humana.

O governo do Japão afirma que a água será diluída para reduzir o nível de trítio radioativo antes de ser liberada no oceano.