A brilhante trajetória do dramaturgo, roteirista e escritor Doc Comparato

Doc Comparato: médico, dramaturgo, roteirista e escritor, assinou as primeiras séries e minisséries da TV brasileira, que se tornaram grandes clássicos, entre eles as séries Plantão de Polícia e Malu Mulher, ambos em (1979), Mulher, A Justiceira e Quarta Nobre. Escreveu em parceria com Aguinaldo Silva a primeira minissérie exibida pela Globo, a premiada Lampião e Maria Bonita, tendo recebido o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes na categoria Revelação.

A minissérie foi a primeira produção da Globo a receber a medalha de ouro no Festival Internacional de Nova York. Doc possui sete prêmios internacionais. Assinou a co-autoria da minissérie Alugam-se Sonhos, com o prêmio Nobel, Gabriel García Márquez. Sua carreira teve início no ano de 1978 e os seus trabalhos abrangem o teatro, o cinema e a televisão tanto no Brasil como no exterior. Como didata e teórico em dramaturgia, escreveu o livro Da Criação ao Roteiro, pioneiro desta matéria em vários continentes, sendo referência nacional e internacional.

Seu último cargo universitário foi em 2004, em que foi professor de Roteiro da Escola de Cinema de Berlim. Uma de suas conquistas no teatro, foi a estreia de Nostradamus em Roma e o prêmio Ana Magnani. Em 2014 foi à Suíça para realização de Doctor Script em oito roteiros internacionais, convidado pela organização européia DreamAgo, além da inauguração do Máster da Escola de Cinema e TV de Santo Antonio de los Baños em Cuba.

Conhecido no cenário artístico como Doc Comparato –  Luiz Felipe Loureiro Comparato nasceu no Rio de Janeiro em 3 de novembro de 1949. Aos 22 anos se forma em medicina, tendo como especialidade, cardiologia. No final dos anos 70 recebe uma bolsa de estudos do British Council para trabalhar e estudar no The National Heart Hospital, em Londres.

Ao retornar ao Brasil deixa de clinicar e se dedica em tempo integral a escrever para cinema, teatro e televisão, sendo imediatamente reconhecido e premiado. “O olhar agudo de Doc Comparato o converteu em um dos homens mais respeitados da Comunicação, contando com a vantagem de conhecer os pontos essenciais do telespectador como poucos o conseguiram.” 

Doc Comparato com as filhas Bianca e Lorena Comparato

Doc é pai da Fabiana e das atrizes Bianca Comparato e Lorena Comparato. Bianca Comparato nasceu no Rio de Janeiro e começou a sua trajetória na TV em 2004, na série ‘Carga Pesada’. No mesmo ano atuou em ‘Senhora do Destino’, depois vieram ‘Avenida Brasil'(2012) e ‘Sete Vidas’ (2013), Cobras e Lagartos (2006), Belíssima (2005) além de séries como ‘Sessão de Terapia’ (2013) e ‘3%’ (2016-2020) na Netflix. Integrou o curso de verão da Royal Academy of Dramatic Arts, a tradicional escola de arte dramática de Londres, onde Anthony Hopkins se formou. Seu primeiro trabalho no cinema foi no longa Anjos do Sol (2006), de Rudi Lagemann.

O filme ganhou o prêmio do júri popular no Festival de Miami. Atuou nos filmes Somos Tão Jovens (2013) e Irmã Dulce (2014). Bianca é destaque em séries para a TV fechada e Netflix. Em seus 13 anos de carreira, Lorena que nasceu e viveu em Lisboa (Portugal), vive a versão jovem de Elenice em Um Lugar ao Sol (2021). Coleciona papéis em várias produções, entre elas Pé na Cova, Malhação, Rocky Story, Cidade Proibida, Samantha Cine Holliúdy. No teatro atuou em várias peças, entre elas Não Tô Entendendo e Agosto. Fundou em 2011 a companhia de teatro (Cia. de Quatro Mulheres). Lorena será uma cantora sertaneja na nova série “Rensga Hits!” que estreia em 2022, abordando o universo sertanejo, e produzida pela Globoplay.

Desde então, escreveu mais de quinze peças de teatro e teve vários livros publicados e produzidos, não só no Brasil, como na América Latina e Europa (Espanha, Itália, França, Inglaterra e Alemanha). Recebeu prêmios como a medalha de ouro do New York Film Festival, além de prêmios brasileiros, como o Concurso de Contos Nacionais Brasileiros e da Associação Paulista de Críticos de Artes.

“É um dos mais importantes dramaturgos latino-americanos vivos.” Entre os prêmios que recebeu estão: APCA, da Associação Paulista de Críticos de Arte; Ana Magnani de Teatro (Itália); medalha de ouro no Festival de Filmes e Televisão de Nova York; prêmio da Academia Catalã de Letras; Coral Negro (Cuba); e prêmio de melhor filme no Los Angeles Latino International Film Festival 2007. Doc foi fundador e diretor do máster de Roteiro e Dramaturgia da Universidade Autônoma de Barcelona e consultor do European Script Fund. Trabalhou com três prêmios Nobel de literatura: Gabriel García Márquez, José Saramago e Mario Vargas Llosa. Professor e conferencista em escolas superiores de cinema em diversos países e diretor criativo de vários canais europeus de TV, é consultor de canais da TV aberta e a cabo, além de script doctor. Atualmente em plena atividade, escreve roteiros e peças de teatro. 

Em 1986 foi um dos fundadores do Centro de Criação da Rede Globo de Televisão, dirigido por Dias Gomes. Doc foi o responsável pelo departamento de formação de autores. “É um expert em dramaturgia, com a extraordinária qualidade de produzir e teorizar no mais difícil meio de comunicação de massa: a televisão. Se distinguiu ao por em prática conceitos pessoais e modernos que repercutem imediatamente no resultado final do produto audiovisual.

” Além de roteiros para o cinema e teatro, Doc Comparato assinou peças de teatro e roteiros para o cinema, entre eles O Beijo no Asfalto (1980), de Bruno Barreto, Bonitinha, mas Ordinária ou Otto Lara Rezende (1981), de Braz Chediak, O Cangaceiro Trapalhão (1983), de Daniel Filho, e Águia na Cabeça (1984), de Paulo Thiago. Para o teatro, escreveu as peças As Tias (1981) e O Beijo da Louca (1981).

Doc também se tornou um estudioso da dramaturgia e seu livro O Roteiro se torna um best-seller do gênero, sendo adotado até pelo Instituto Oficial de Rádio e Televisão da Espanha.  Desde 1978 ele escreve várias séries e minisséries para Globo, Record e Emissoras de Televisão da América Latina e Europa, recebendo vários prêmios e também se torna roteirista de sete filmes. Doc Comparato escreveu em parceria com Aguinaldo Silva a primeira minissérie exibida pela Globo, a premiada Lampião e Maria Bonita. A minissérie narrava os últimos seis meses de vida do cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva (Nelson Xavier) e de sua esposa, Maria Bonita (Tânia Alves), até a morte dos dois na Serra dos Angicos, em 1938.

O Tempo e O Vento (1985) uma adaptação de O Continente, primeira parte da trilogia em que o escritor Erico Verissimo narrou a saga da centenária família Terra Cambará e aspectos fundamentais da formação do estado do Rio Grande do Sul. A minissérie, trazia em seu elenco mais de cem personagens e foi a primeira que Doc Comparato assinou sozinho. Doc ganhou o troféu de melhor vídeo no Festival de Cinema e Vídeo de Havana, em Cuba.

Em 1987, escreveu duas minisséries para a televisão espanhola. Uma delas foi Alugam-se Sonhos, em parceria com Gabriel Garcia Márquez. Em Portugal, escreveu dois episódios do seriado Histórias que o Diabo Gosta. Na década de 90 se torna um roteirista internacional e passa a viver longos períodos fora do Brasil. Morou em Portugal, Espanha, Itália e México. É um dos fundadores e coordenador do Máster de roteiro da Universidade Autônoma de Barcelona, tornando-se além de professor, consultor criativo de televisões e script doctor. Viajando constantemente, Doc trabalhou em Cuba com Gabriel Garcia Márquez na minissérie Me Alquillo Para Soñar (Rent Dreams) produzida pela TVE em Madrid, época, inclusive, que chega a trabalhar com o escritor Alexander Chlepioanov em Moscou.

Em 1990, Doc Comparato assinou em parceria com Antonio Calmon a minissérie global A, E, I, O… Urca que surgiu das histórias contadas a ele por um antigo frequentador do Cassino da Urca, o diretor Carlos Manga. Já vivendo em Barcelona trabalha como roteirista, além de se tornar diretor criativo da Prodigius Audiovisual (Produtora europeia de filmes para a TV) e posteriormente, diretor da DEA Planeta (De Agostini Planeta Corporation em Barcelona) para desenvolvimento de minisséries européias.

Foi consultor do European Script Foundation (Londres) e do Pilot Project (Amsterdan). Entre seus trabalhos na Espanha se destacam a minissérie Arnau (Prêmio da Academia Catalã de Letras) e a série Hospital (TV Antena 3, Madri).

Em 1997, Doc Comparato foi um dos criadores em parceria com Daniel Filho, Antonio Calmon e Aguinaldo Silva, do seriado policial A Justiceira (1997).

Em 2004, foi para o SBT, assinando contrato como consultor de teledramaturgia, mas em seguida se transferiu para a TV Record, integrando a equipe de colaboradores do autor Tiago Santiago nas novelas Caminhos do coração (2007) e Os Mutantes (2008).

Doc trabalha ocasionalmente como ator, conferencista e seus seminários sobre roteiro são bastante concorridos, pois foram ministrados em quase todos os países da América Latina e vários europeus. Recebeu o Prêmio DAAD (Alemanha) e foi professor da Escola de Televisão de Munique e de Berlim. Seus dois livros sobre Roteiro e dramaturgiaDa Criação ao Roteiro (1995) e em 2009 uma reedição revisada e ampliada, tiveram diversas edições em várias línguas e é um referencial pedagógico adotado em quase uma dezena de países.

Ele ainda escreveu um romance e dois livros infantis. Atualmente, Doc Comparato vive no Rio de Janeiro, continua ministrando seminários e conferências pelo mundo. Em 2014 foi à Suíça para realização de Doctor Script em oito roteiros internacionais, convidado pela organização européia DreamAgo.

Prêmios Nacionais (Brasil):
APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte. Melhor autor,TV,1982.
SNT (Serviço Nacional de Teatro) menção honrosa, Estudo sobre portas e janelas (Beijo da louca), 1980.
SNT (Serviço Nacional de Teatro) menção honrosa, Novíssimo Testamento (Pléides), 1979.
Concurso de Contos do Paraná, melhor conto,1978.

Prêmios Internacionais:
FyMTI – Buenos Aires. Festival y Mercado de TV-ficción Internacional. Prêmio de realização internacional pela contribuição para a ficção na TV- 2012 / LALIFF – (11th Annual Los Angeles Latino International Film Festival) – Melhor roteiro, Corazón de la tierra – 2007 / Anna Magnani – Prêmio para melhor montagem teatral, Nostradamus – Itália – 2003/
DAAD – Deutsch Adademic Art Development – Bolsa de ensino, Escola de Cinema de Munique – 2002 / Academia de Literatura Catalã – Melhor roteiro, Arnau – Barcelona, Espanha – 1995 (adaptação de romance em 1994 (Barcelona: Proa) por Doc Comparato e Xesc Barceló. / El Coral Negro – Cuba – Melhor minissérie, adaptação de Erico Veríssimo, O Tempo e o Vento – 1986 / Melhor roteiro original, categoria crianças e adolescentes – Cangaceiro Trapalhão, Festival de Cinema de Tomar – Portugal – 1985 / Festival de Televisão de Praga / Malu Mulher, Regina Duarte ganhou o prêmio de melhor atriz para o episódio Parada Obrigatóriapor DC – 1984 / New York Film and Television Festival, gold award, melhor roteiro original para minissérie de TV  (TV Globo, Lampião e Maria Bonita 1982 / Japan Award for Televison (1980/1981)/ Finalista do Screenplay Cannes Contest com o roteiro do longa; Red Buick On Via Veneto/ Semifinalista do Toronto International Screenwriting Competition, com o roteiro do longa “Bending Light.” / Finalista Festival de Montecarlo e NEWYORK– 1995 – ARNAU.

PEÇAS DE TEATRO, EDIÇÕES MAIS RECENTES:
Português:
Trilogia do Amanhã (1977-1982).  Rio de Janeiro: Simplíssimo E-Books, 2013
 Plêiades (ou Pequenas Cirurgias para Aracnídeos)
            O Beijo da Louca
            O Despertar dos Desatinados

Trilogia do Tempo (1985-2000). Rio de Janeiro: Simplíssimo E-Books, 2013
   Nostradamus (O Prisioneiro do Futuro)
Michelangelo
 (O Prisioneiro do Presente)
O Círculo das Luzes
 (O Prisioneiro do Passado)
Trilogia da Imaginação (2000-2012). Rio de Janeiro: Simplíssimo E-Books, 2013
            Sempre (Ou, o Caso da Moça de Gargantilha ou na Intimidade das Coisas)
            Jamais 
(Calabar, um elogio à Traição; ou, Na Posse das Coisas)
            Eterno 
(Ou, Xanadu, no Limite da Criatividade; ou, No Inalcançável das Coisas)

A Incrível Viagem. (teatro infantil) Rio de Janeiro, Brasil: Ebal, 1984.

As Tias: Tragicomédia Em Dois Atos, com Aguinaldo Silva. Rio de Janeiro: Ed. Achiamé, 1981.

Sangue, Papéis e Lágrimas. Rio de Janeiro: Ed. Codecri, 1979. (Contos)

Em Inglês: 
            Rain Forest (O Despertar dos Desatinados, from Trilogia do Amanhã)
            Nostradamus (da Trilogia do Tempo)
            The Secret Days of Orson Welles in Brazil  (Eterno from Trilogia da Imaginação)

Em Espanhol:
Nostradamus (da Trilogia do Tempo)

Em Frances:
Nostradamus (da Trilogia do Tempo)

Em Italiano:
Trilogia del Tempo: Nostradamus; Cerchio diluci; Michelangelo

Em Alemão:

Gefangener der Vergangenheit (O Círculo das Luzes da Trilogia do Tempo)

                                              E-BOOKS EM PREPARAÇÃO:
A Misteriosa Morte do Supremo Imperador da China e Outras Historias
As Tias: Tragicomédia Em Dois Atos / Les Tantes, with Aguinaldo Silva (Edição em Francês)

                                             PRINCIPAIS PRODUÇÕES TEATRAIS:

Nadistas & Tudistas             (Rio de Janeiro / 2013 / Teatro Oi Futuro / Teatro
Ipanema). 3 nomiações para o Prêmio Zilka Salaberry.
Lição Nº 18                           (Rio de Janeiro / 2010 / Teatro Poeira)
Nostradamus              (São Paulo / 1985/86 / Prêmio: Melhor peça,1986 por   APETESC, Assossiação de Produtores de São Paulo.
Rio de Janeiro / 1999 / Teatro Centro Cultural do Banco do Brasil/CCBB
Roma / Itália, 2003 /Prêmio Ana Magnani de melhor produção.

O Círculo das Luzes               (Rio de Janeiro / 2002 / Maison de France)
Michelangelo                         (Rio de Janeiro / 2001/ Teatro Carlos Gomes)
A Incrível Viagem                   (Primeira produção em São Paulo e Rio / 1984 / ainda é produzido Brasil a fora)
O Beijo Da Louca                 (Rio de Janeiro / 1981 / Teatro Vila Lobos)
As Tias: Tragicomédia Em Dois Atos     (Rio de Janeiro / Teatro da Lagoa /1980)

OUTROS PUBLICAÇÕES: Ficção e didáticos

Ficção:

A Guerra Das Imaginações. Rio de Janeiro: Ed. Rocco, 1997.
Edições traduzidas:
            La Guerra Delle Immaginazioni. Roma, Itália, 2002.
            Von Der Entdckun Des Paradieses. Frankfurt, Alemanha: Ed. Eichborn, 2000.
            La Guerra De Las ImaginacionesBuenos Aires, Argentina: Ed. Planeta, 1998.
La Guerra De Las ImaginacionesMexico, D.F..: Ed. Planeta, 1998.
A Guerra Das Imaginações. Lisboa, Portugal: Ed. Pergaminho, 1998.
La Guerra De Las Imaginaciones. Madri, Espanha: Ed.Planeta, 1998.

Padre Cícero, com Aguinaldo Silva e Regina Braga. (TV Globo minisséries). Rio de Janeiro: Ed. Record, 1984.

“O Calo”, “O mundo encantado de uma gorda”, “Esses alucinantes termos médicos”, “verão tijucano”, “O homem que perdeu o humor”, “Hada e o ‘H'”, “A História da pestana.”  Crônica em O Melhor da Crônica Brasileira 2, Luis Calvalcante Proença. Rio de Janeiro: José Olympio, 1981.

SERIADOS:

PLANTÃO DE POLÍCIA: (Criador e Autor)

22/06/1979  – CRIME DO VIDIGAL
06/07/1979 –  VAMPIROS TROPICAIS
27/07/1979 –  A VOZ DO ALÉM
24/08/1979 –  VERMELHO 23
31/08/1979 –  O ENIGMA DA PENSÃO DO RENO
28/09/1979  – BALÃO APAGADO
19/10/1979  – DESPEDIDA DE SOLTEIRO
30/04/1980  – O CAVALEIRO DO APOCALIPSE
28/05/1980  – NOS PORÕES DA LIBERDADE
25/06/1980 –  O ARQUI-INIMIGO
09/07/1980  – O ACORDO
16/07/1980 –  A DOCEIRA DE BANGU
01/10/1980  – O VENERÁVEL AZUL TURQUESA
15/10/1980  – PEGA
10/12/1980  – CAIXA DE SURPRESAS
17/12/1980  –  CAMISA DE FORÇA
05/05/1981 – TREM NOTURNO
04/06/1981 – SANGUE, CALÇADA E MILK-SHAKE
11/06/1981 – O CAMINHO DAS ESTRELAS – I
18/06/1981 – O CAMINHO DAS ESTRELAS – II
25/06/1981 – O CAMINHO DAS ESTRELAS – III
03/07/1981 – O CAMINHO DAS ESTRELAS – IV
13/08/1981 – OLHO DA MORTE
03/09/1981 – O HERDEIRO

MALU MULHER: (Autor) 11/08/1980 – PARADA OBRIGATÓRIA

RETRATO DE MULHER: (Criador e Autor)/16/12/92 – ERA UMA VEZ…LEILA/
18/05/93 – ERA UMA VEZ…MADALENA

A JUSTICEIRA: (Criador e Autor)

09/04/1997 – PREÇO DA VIDA
16/04/1997 – CINZAS NO PLANALTO
17/04/1997 – BALA NO TREM DE PRATA
23/04/1997 – O FILHO DA MADONA
30/04/1997 – O NAVIO LUMINOSO
07/05/1997 – VIAGEM AO INFERNO
14/05/1997 – ETERNOS DIAMANTES
21/05/1997 –  MESMO QUE SEJA EU
28/05/1997 – FILHA ÚNICA
04/06/1997 – CRIADOR E CRIATURA
11/06/1997 – BALAS PERDIDAS
18/06/1997 – TREM DE PRATA
02/07/1997 – VIVER POR VIVER

MULHER: (Autor)

22/04/1998 – FATOR HUMANO
21/10/1998 – DE BRAÇOS ABERTOS
11/11/1998 – O NÉCTAR DA VIDA
13/04/1999 – VÍCIOS E VIRTUDES
01/06/1999 – PERFUME DO AMOR
27/07/1999 – LINDO MARAVILHOSO
07/09/1999 – A BELA ADORMECIDA
14/09/1999 – SABOTAGEM
09/11/1999 – O SEGREDO

MINISSÉRIES: (Autor e Criador) 

26/04/1982 – LAMPIÃO E MARIA BONITA
10/01/1983 – BANDIDOS DA FALANGE
09/04/1984 – PADRE CÍCERO
22/04/1985 – O TEMPO E O VENTO
24/06/1990 –A,E,I,O…URCA

OUTROS TRABALHOS EM TELEVISÃO:

CASO ESPECIAL: (Autor)

10/05/1978 – E AGORA, MARCO?
02/01/1981 – OS AMORES DE CASTRO ALVES

QUARTA NOBRE: (Criador e Autor)

06/04/1983 – A DAMA DAS CAMÉLIAS
27/04/1983 – O INSPETOR GERAL
25/05/1983 – A PATA DO MACACO
08/06/1983 – DAMAS, VALETE E CRIME
31/08/1983 – MORTE NO PARAÍSO
05/10/1983 – A VIDA SECRETA DE BERENICE
26/10/1983 – DO OUTRO LADO DO TÚNEL

 BRASIL 500 ANOS: (Autor)

02/07/1998 – BRASIL 500 ANOS

TRABALHOS COMO ATOR:

MINISSÉRIE
1984 – PADRE CÍCERO – (MACEDO)
1990 – A,E,I,O…URCA – (JUDEU JACOB)
1998 – LABIRINTO – (ELE MESMO)

TELENOVELA
1985 – A GATA COMEU – (ELE MESMO)

QUARTA NOBRE
1983 – A DAMA DAS CAMÉLIAS (GAROTO DA CLAQUETE)

*Ainda na Rede Globo, foi um dos criadores e fundadores da Casa de Criação da emissora nos anos 80.

INTERNACIONAL

1997: TV Antena 3/Espanha – Hospital  – Minissérie
1996: TV R.T.P/Portugal – Na Paz Dos Anjos  –  Coordenador de novelas
1996: TV Catalã/Espanha –  Poble Nou – Consultor para roteiro de minissérie
1995: TV R.T.P/Portugal – Visita De Natal  – TV movie
1994: TV Catalã/Espanha – Arnau – Minissérie com Xesc Barceló
1994: TV R.T.P/Portugal – Véspera De Natal  – TV movie
1993: TV R.T.P/Portugal  Procura-Se  – Minissérie – Consultor de roteiro
1990: TV R.T.P/Portugal – Histórias Que O Diabo Gosta  – Série
1990: TV Catalã/Espanha – Locos Por La Tele – Consultor de roteiro
1990: TV-E/Espanha – Me Alquillo Para Soñarem colaboração com Gabriel García      Márquez

Siga no Instagram: https://www.instagram.com/doccomparatooficial

https://www.facebook.com/doccomparatooficial

https://pt.wikipedia.org/wiki/Doc_Comparato

https://www.pensador.com/busca.php?q=doc+comparato

Fonte:https://doccomparato.com/

Da Redação by Cleo Oshiro

Artigo anteriorMutirão de Tóquio para ajudar estrangeiros afetados pela COVID-19
Próximo artigoDieta do Japão inicia sessão extraordinária
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site