Jin Takahashi, artista plástico no Japão, dá aulas de japonês online

Jin Takahashi é um artista plástico que reside no Japão e produz Máscaras de Veneza. As máscaras do Jin são feitas com as técnicas de produção de máscaras de estilo Veneziano, usando sua própria técnica desenvolvida para criar esculturas, moldes personalizados, finalizando-os com um visual único usando folhas de ouro, tintas acrílicas, “washi” (um papel tradicional japonês) e materiais ECO para suas criações.

Segundo Jin, a confecção de máscaras é um trabalho exaustivo, porém muito gratificante, pois é possível perceber a dedicação do artesão nos detalhes de cada obra. De forma geral, as máscaras encantam todos ao redor do mundo, existente em tradições de vários povos, hoje podem ser vistas em celebrações diversas, ou como objeto decorativo de interiores. Ele administra cursos para a confecção dessas máscaras.

Uma das máscaras mais famosas conhecida em todo o mundo, é a máscara mortuária do mais jovem faraó do Egito Tutankhamun. Este magnificente e de valor incalculável sarcófago é feito de ouro sólido e a imagem do rei Tut foi esculpida nele. Esta notável máscara é uma das relíquias mais conhecidas no mundo, e prova a existência da arte de confecção de máscaras desde tempos remotos. Ela se encontra no museu do Cairo no Egito.

Jin Takahashi, possui a sensibilidade aliada ao poder de criação, coisa própria de um artista, e foi assim que ele descobriu durante o seu trabalho nas escolas japonesas, o talento da artista Amanda de Godoy (12), diagnosticada com características do TEA (Transtorno do Espectro Autista) aos 3 anos de idade. Jin iniciou um trabalho de arte e terapia com a Amanda, uma garota dotada de um grande talento para as artes, tornando-se uma artista reconhecida mundialmente.

Amanda teve suas obras expostas pela primeira vez em setembro de 2018, sob os cuidados de Jin Takahashi, que se tornou o seu curador de artes. Artistas experientes disseram que a técnica usada por Amanda, é equivalente a pintores com 30 anos de experiência. As obras da jovem artista foram avaliadas por especialistas.

Do dia 05 a 11 de outubro de 2021, respeitando todos os protocolos de segurança contra a COVID-19, a Exibição Amanda’s Universe será realizada na Galeria Rose nas dependências do edifício do Entestsu Mall de Hamamatsu, onde serão expostas algumas obras da artista. Amanda possuiu obras para encher uma galeria, mas nessa estará expondo apenas umas 20.  A artista já tem outra exposição agendada para o mês de maio, durante o feriado japonês de Golden Week. O feriado inicia numa quinta-feira, 29 de abril até quarta-feira, 5 de maio.

Essa será uma grande exposição, onde Amanda irá expor todas as suas obras. Como diz Jin Takahashi (obras que enchem uma galeria, os nossos olhos, assim como os nossos corações). Ela tem cerca de 80 obras no seu acervo. Amanda já teve as suas obras expostas na Embaixada do Brasil em Tóquio. Para maiores informações:https://www.facebook.com/amandasuniverse

Esse trabalho com crianças especiais aproximou Jin e as famílias envolvidas, estreitando assim laços de amizade que persistem por anos, e como no caso da Amanda, ele continua dando assistência ao adolescente Kendy (foto acima), já que ele o acompanha desde pequeno.

Jin vive na cidade de Hamamatsu-shi, Shizuoka, Japan e presta assistência a crianças especiais. Ele trabalhou por 6 anos em 3 escolas japonesas (Hamamatsu, Hamakita e Hamana) prestando assistência a essas crianças, como intérprete e tradutor da comunidade brasileira e peruana.

Jin Takahashi desenvolveu o projeto Fale Japonês, e estará realizando do dia 11 a 17 de outubro, o Evento “Desafio Fale Japonês em 30minutos”.  Para maiores informações, acesse o link do evento https://cursofalejapones.com.br/fj301o/

São 7 aulas totalmente online e totalmente gratuitas, que irão mostrar como é possível aprender o Idioma Japonês mesmo que você praticamente não tenha tempo livre.

O evento tem duração de uma semana inteira, com uma aula de 30 minutos por dia. O aluno poderá assistir quando achar melhor, mas lembrando que as aulas ficarão disponíveis por tempo limitado.

O aluno receberá vários materiais para ajudá-lo no estudo, que serão enviados através do grupo VIP do Desafio no Whatsapp (portanto, tenha certeza de entrar no grupo após a inscrição e de continuar lá até o fim do evento!).

O objetivo desse evento é mostrar que é possível aprender o Idioma Japonês com apenas 30 minutos por dia de estudo, ou seja, é completamente possível encaixar o estudo do NIHONGO em qualquer rotina, não importa quão corrida ela seja.

Se o aluno assistir todas as aulas e fizer todos os exercícios, com certeza terá uma evolução muito grande em apenas uma semana, o que já servirá como motivação para que continue os seus estudos! As aulas começam no dia 11 de outubro!!!

Jin Takahashi chegou ao Japão com 19 anos, sem falar uma palavra do Idioma Japonês. Chegando na Terra do Sol Nascente, se apaixonou profundamente pela Cultura e pelo povo japonês. Depois de sentir na pele como é não conseguir se comunicar e todas as dificuldades proporcionadas por estar em um país sem falar sua língua nativa, teve certeza de que precisava aprender NIHONGO.

Com muita dedicação, várias horas de estudo e pessoas muito especiais que o ajudaram, aprendeu e dominou o Idioma Japonês em menos de três anos, e em pouco tempo começou a ensinar para outras pessoas essa Língua pela qual se apaixonou.

Jin ensina NIHONGO há mais de 10 anos, trazendo conhecimento adquirido ao longo de mais de 30 anos, hoje também através da internet. De uma maneira totalmente única, repassando, juntamente ao ensinamento do idioma, conhecimentos da Cultura Japonesa, os quais ele cultiva com muito respeito.

Sendo assim, Jin espera, desta forma, fazer a diferença não somente no aprendizado do idioma, mas na vida de milhares de pessoas que buscam por informações do Idioma Japonês, que sejam congruentes e que possam agregar valores em sua trajetória no aprendizado. Para saber mais sobre as aulas de nihongo, acesse o canal do Youtube de Jin Takahashi: https://www.youtube.com/channel/UCoUT_wBD6qkgstWwxN0bx7g/featured

Website: https://www.atelier-du-jin.com/

Da Redação by Cleo Oshiro
Artigo anteriorCalifórnia tornará obrigatória a vacinação para estudantes
Próximo artigoBrasil: 300 milhões de doses de vacina foram distribuídas
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site