Nenhuma mudança na reunificação com Taiwan diz China

Um porta-voz do governo chinês enfatizou que não há mudanças na política de Pequim em buscar a reunificação com Taiwan, apesar da reeleição da presidente Tsai Ing-wen.

Image © (Presidente reeleita de Taiwan Tsai Ing wen / Reprodução / via NHK World) Jan/2020

Nenhuma mudança na reunificação com Taiwan diz China

Um porta-voz do governo chinês enfatizou que não há mudanças na política de Pequim em buscar a reunificação com Taiwan, apesar da reeleição da presidente Tsai Ing-wen.

Tsai, que se distanciou de Pequim, venceu as eleições presidenciais deste sábado (11), ao obter um número recorde de votos.

O porta-voz do Escritório de Assuntos de Taiwan do Conselho de Estado da China, Ma Xiaoguang, disse aos repórteres nesta quarta-feira (15), que o resultado da eleição não muda o fato de Taiwan ser parte da China.

Ma salientou que as forças secessionistas taiwanesas e suas atividades devem ser resolutamente refreadas.

Ele acrescentou que a “reunificação pacífica” e “um país, dois sistemas” são as diretrizes fundamentais para buscar uma solução para a questão de Taiwan e são a melhor abordagem para a realização da reunificação nacional.

Tsai tem procurado o diálogo com Pequim numa base de igualdade. Mas Ma pressionou Taiwan a aceitar que faz parte da China, dizendo que a adesão ao Consenso de 1992 que encarna o princípio de uma só China é a base inabalável para as relações entre os dois lados do Estreito de Taiwan.

Tsai disse aos repórteres, na quarta-feira, que espera “que a China tenha um profundo entendimento das opiniões expressadas pelo povo de Taiwan nesta eleição, e que reveja algumas das políticas que eles têm feito”.