Universidade japonesa descobre mais de 140 linhas de Nazca

A equipe de uma universidade japonesa, pesquisando linhas de Nazca no Peru, descobriu mais 143 geoglifos.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Cristãos enfrentam “genocídio” na maior nação africana

Cristãos enfrentam "genocídio" na maior nação africana Facções muçulmanas na Nigéria estão realizando um verdadeiro "banho de sangue genocida" na maior nação da África, o...

Tóquio confirma 111 casos do coronavírus chinês neste domingo

Tóquio confirma 111 casos do coronavírus chinês neste domingo Fontes do governo metropolitano de Tóquio informam que 111 casos de coronavírus chinês foram confirmados na...

Pelo menos 16 mortos em enchentes em Kumamoto

Pelo menos 16 mortos em enchentes em Kumamoto O número de mortos por enchentes e deslizamentos de terra causados por fortes chuvas na Província de...

Trump pede por patriotismo no Dia da Independência dos EUA

Trump pede por patriotismo no Dia da Independência dos EUA O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apelou ao patriotismo em um evento para celebrar...

Covid-19 Brasil: 1.577.004 casos confirmados, 64.265 mortes, 876.359 recuperados e 636.380 em recuperação

Covid-19 Brasil: 1.577.004 casos confirmados, 64.265 mortes, 876.359 recuperados e 636.380 em recuperação Segundo o boletim divulgado no final da tarde deste sábado (04) pelo...

Universidade japonesa descobre mais de 140 linhas de Nazca

A equipe de uma universidade japonesa, pesquisando linhas de Nazca no Peru, descobriu mais 143 geoglifos.

O grupo de pesquisa da Universidade Yamagata, liderado pelo professor Masato Sakai, anunciou os resultados ne sexta-feira (15).

A equipe estava procurando por Linhas de Nazca ao longo de ruas estreitas por três anos, até o verão passado.

As linhas retratam humanos, aves e animais de quatro patas, como gatos. O tamanho varia de cinco metros até 100 metros. Acredita-se que tenham sido criados entre 100 a.C. e 300 d.C.

Os pesquisadores dizem que usaram tecnologia de inteligência artificial desenvolvida por uma empresa de TI para analisar os dados.

A abordagem levou a uma descoberta de uma figura humana com três decorações de cabeça. Dizem que é o primeiro caso em que a IA ajudou a descobrir geoglifos.

Sakai diz que eles descobriram que a IA é uma ferramenta eficiente para esse tipo de pesquisa, acrescentando que eles querem criar um mapa de distribuição das Linhas Nazca e vai analisar porque essas linhas foram criadas, enquanto ajudam a preservar essa herança cultural.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Tóquio confirma 111 casos do coronavírus chinês neste domingo

Tóquio confirma 111 casos do coronavírus chinês neste domingo Fontes do governo metropolitano de Tóquio informam que 111 casos de coronavírus chinês foram confirmados na...

Pelo menos 16 mortos em enchentes em Kumamoto

Pelo menos 16 mortos em enchentes em Kumamoto O número de mortos por enchentes e deslizamentos de terra causados por fortes chuvas na Província de...

Pelo menos 7 mortos em enchentes no sudoeste do Japão

Pelo menos 7 mortos em enchentes no sudoeste do Japão Fortes chuvas na Província de Kumamoto, sudoeste do Japão, provocaram inundações e deslizamentos de terra...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Covid-19 Brasil: 1.577.004 casos confirmados, 64.265 mortes, 876.359 recuperados e 636.380...

0
Covid-19 Brasil: 1.577.004 casos confirmados, 64.265 mortes, 876.359 recuperados e 636.380 em recuperação Segundo o boletim divulgado no final da tarde deste sábado (04) pelo...
Translate »