Coreia do Sul deporta norte-coreanos suspeitos de assassinato em massa

A Coreia do Sul expulsou dois pescadores suspeitos de terem assassinado 16 pessoas num barco de pesca norte-coreano no Mar do Japão.

Image © (Imagem referencial / via NHK World) Nov/2019

Coreia do Sul deporta norte-coreanos suspeitos de assassinato em massa

A Coreia do Sul expulsou dois pescadores suspeitos de terem assassinado 16 pessoas num barco de pesca norte-coreano no Mar do Japão.

Funcionários do Ministério da Unificação dizem que os homens, de 20 e poucos anos, foram deportados para a Coreia do Norte nesta quinta-feira (7), após a anuência de Pyongyang, um dia antes, para recebê-los.

É a primeira vez que a Coreia do Sul expulsa norte-coreanos, apesar da sua política de asilo para desertores, após a Guerra da Coreia.

Um porta-voz do ministério disse que a rara decisão foi tomada porque os dois são “criminosos hediondos” que não poderiam ser reconhecidos como refugiados sob a lei internacional, observando que eles poderiam ameaçar a segurança do povo sul-coreano.

Fontes do Ministério dizem que o casal, juntamente com um terceiro pescador, matou o capitão do barco de pesca e seus companheiros no final de outubro.

Investigadores dizem que os dois aceitaram as alegações, e o terceiro suspeito foi preso na Coreia do Norte.

Fontes da inteligência sul-coreana dizem que os homens estavam irritados por terem sido maltratados pelo capitão, em uma expedição de pesca que começou em agosto.

Fontes dizem que os atacantes usaram machados e martelos como armas, mas que a evidência foi encoberta.

Eles também dizem que os corpos das vítimas não foram deixados no navio.