28 C
Kóka
sábado, 2024/07/20  9:05
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Onda de calor no Japão causa morte de idoso e outros casos

Homem de 96 anos morre de insolação em Oita; suspeitas em outras regiões.

Tóquio, Japão, 07 de julho de 2024 – Agência de Notícias Kyodo – Um homem de 96 anos faleceu vítima de insolação na prefeitura de Oita, sul do Japão, em meio a uma onda de calor extremo que atinge o país. O idoso foi encontrado caído no quintal de sua residência na cidade de Bungo-ono por volta das 15h30 do sábado (6).

Levado às pressas para um hospital local, o homem não resistiu e veio a óbito aproximadamente duas horas e meia depois. A polícia local confirmou que a causa da morte foi insolação.

No momento do incidente, os termômetros na região marcavam 35,8°C, a temperatura mais alta registrada no ano até o momento. A onda de calor não se limita apenas a Oita, afetando diversas regiões do Japão.

Autoridades suspeitam que a insolação também seja a causa da morte de um homem na prefeitura de Aichi e de duas mulheres nas prefeituras de Ehime e Tokushima, onde altas temperaturas também foram registradas.

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão emitiu um alerta, recomendando que a população, especialmente idosos e crianças, tome precauções extras durante este período de calor intenso. Medidas como manter-se hidratado, evitar a exposição prolongada ao sol e utilizar ar-condicionado são fortemente aconselhadas.

A Agência Meteorológica do Japão prevê que as altas temperaturas devem persistir nos próximos dias, podendo ultrapassar os 38°C em algumas regiões. As autoridades continuam monitorando a situação de perto e pedem que a população fique atenta aos sinais de insolação e procure ajuda médica imediatamente em caso de sintomas.

Esta onda de calor ressalta a crescente preocupação com os impactos das mudanças climáticas no Japão, país que tem enfrentado verões cada vez mais quentes e intensos nos últimos anos.

Radio Shiga
Siga-nos
Últimos posts por Radio Shiga (exibir todos)