28 C
Kóka
sábado, 2024/07/20  10:03
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Biden reafirma permanência na corrida presidencial dos EUA

Presidente promete derrotar Trump em discurso em Wisconsin.

Madison, Wisconsin, Estados Unidos, 06 de julho de 2024 – Associated Press – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, viajou nesta sexta-feira (5) para o estado-chave de Wisconsin, reafirmando sua determinação em permanecer na corrida presidencial. Em um discurso energético, Biden prometeu “derrotar Donald Trump” nas eleições de novembro.

A visita ocorre em um momento crucial para a campanha de Biden, que tem enfrentado crescentes pedidos de desistência, inclusive de membros do Partido Democrata, após uma performance considerada fraca no debate televisivo da semana passada contra o ex-presidente Trump.

“Estou concorrendo e vou vencer novamente”, declarou Biden em um comício em Madison, buscando reconquistar o apoio dos eleitores em um estado que ele venceu em 2020, quatro anos após a derrota da candidata democrata Hillary Clinton para Trump.

O presidente enfatizou que não permitirá que um único debate apague “três anos e meio de trabalho” e alertou sobre os perigos de um retorno de Trump à Casa Branca, chamando-o de “a maior ameaça à democracia na história americana”.

Respondendo às críticas sobre sua idade e vigor, Biden abordou relatos do New York Times sobre mudanças em sua rotina diária. “Reconheço a importância de encontrar um equilíbrio”, afirmou, referindo-se à redução de eventos noturnos para “dormir mais”. Assessores da Casa Branca reiteraram que Biden entende que ser presidente é um “trabalho 24 horas por dia, 7 dias por semana”.

Apesar dos esforços de Biden, pesquisas recentes mostram Trump à frente. O agregador de pesquisas RealClearPolitics indicou nesta sexta-feira (5) um apoio de 47,5% para Trump contra 44,2% para Biden.

A Dra. Emily Johnson, cientista política da Universidade de Wisconsin-Madison, comentou: “Esta visita de Biden a Wisconsin é crucial. O estado é um campo de batalha essencial, e a capacidade de Biden de reconectar-se com os eleitores aqui pode ser determinante para suas chances em novembro.”

A campanha de Biden enfrenta o desafio de equilibrar as preocupações sobre sua idade e energia com a necessidade de destacar suas realizações e a visão para um segundo mandato. Enquanto isso, o campo republicano, liderado por Trump, intensifica seus ataques, focando na idade de Biden e questionando sua aptidão para o cargo.

À medida que a corrida presidencial se intensifica, ambos os candidatos devem aumentar suas aparições em estados-chave como Wisconsin, Michigan e Pensilvânia, que podem decidir o resultado da eleição em novembro.

Radio Shiga
Siga-nos
Últimos posts por Radio Shiga (exibir todos)