25.6 C
Kóka
quinta-feira, 2024/06/20  5:51
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Guardas costeiras do Japão, EUA e Coreia do Sul realizam primeiro exercício conjunto no Mar do Japão

Treinamento visa aumentar a cooperação marítima em meio a atividades crescentes da China.

Kyoto, Japão, 7 de junho de 2024 (NHK) – As guardas costeiras do Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul realizaram na quinta-feira (6) seu primeiro exercício conjunto no Mar do Japão, permitindo que a mídia acompanhasse o evento.

Contexto do exercício conjunto
A iniciativa ocorre em meio ao aumento das atividades marítimas da China. O exercício conjunto aconteceu a cerca de 40 quilômetros do porto de Maizuru, na província de Kyoto, com a participação de embarcações e aeronaves das três guardas costeiras.

Cenário do exercício
O treinamento foi baseado em um cenário em que dois navios colidiram e um incêndio começou. As guardas costeiras realizaram buscas em áreas designadas usando navios e aeronaves.

As três agências colaboraram na localização e resgate de manequins usando um helicóptero e navios.

Importância da cooperação
Um oficial da Guarda Costeira do Japão, Murakami Ayumu, destacou que, em exercícios com agências estrangeiras, é importante compartilhar e transmitir informações com precisão, fazer um plano e alocar recursos.

Ele afirmou que as comunicações e colaborações entre as embarcações foram tão eficientes que as equipes conseguiram localizar os manequins, que representavam vítimas. O oficial disse acreditar que os três países podem alcançar seus objetivos trabalhando juntos.

Acordo de cooperação
No mês passado, as guardas costeiras das três nações assinaram uma carta de intenções visando aumentar a cooperação marítima.

Elas também planejam cooperar com contrapartes em países do Sudeste Asiático e nações insulares do Pacífico para apoiar suas capacidades em operações de busca e resgate e no combate à pesca ilegal.

O exercício conjunto marca um passo significativo na colaboração entre as guardas costeiras do Japão, EUA e Coreia do Sul, fortalecendo a segurança marítima na região.