25.6 C
Kóka
quinta-feira, 2024/06/20  5:27
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Filipinas acusam China de bloquear evacuação médica

Incidente envolveu transferência de soldado doente de posto militar no Mar da China Meridional.

Manila, Filipinas, 8 de junho de 2024 (Philstar) – As Filipinas afirmam que barcos da Guarda Costeira chinesa tentaram bloquear a evacuação de um militar doente de seu posto no Mar da China Meridional.

Autoridades filipinas dizem que o incidente ocorreu em 19 de maio. Elas classificaram as ações da China de “bárbaras e desumanas”.

Imagens de vídeo divulgadas pela Guarda Costeira filipina mostram seus barcos sendo hostilizados por duas embarcações chinesas.

Autoridades afirmam que os chineses atrapalharam a transferência de um soldado doente estacionado em um posto militar no Baixio Second Thomas para a ilha de Palawan. Elas dizem que um barco chinês colidiu com um filipino.

O soldado foi, eventualmente, levado a Palawan mais tarde naquele dia.

O porta-voz da Guarda Costeira filipina, Jay Tarriela, disse que o incidente mostrou “o quão desumana e não profissional é a Guarda Costeira chinesa, apesar de saberem que estávamos lá para uma missão humanitária”.

Pequim rejeitou esse relato, dizendo que Manila não emitiu um aviso prévio.

O militar filipino também diz que suprimentos de alimentos lançados de avião para o pessoal no baixio no mesmo dia do incidente foram apreendidos pelos chineses.

Isso ocorre enquanto Pequim vem intensificando sua postura confrontacional nas águas contestadas.