27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  12:34
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Presidente do Bank of Japan discute yen fraco com o PM Kishida

Reunião crucial em meio à desvalorização contínua da moeda japonesa.

Tóquio, Japão, 8 de maio de 2024 – O presidente do Banco do Japão (BOJ), Ueda Kazuo, e o Primeiro-Ministro japonês, Kishida Fumio, se reuniram para debater a situação da taxa de câmbio estrangeira. O encontro ocorreu em meio à contínua desvalorização do yen para níveis recordes em relação ao dólar.

Durante a reunião, que teve lugar no escritório do primeiro-ministro em Tóquio na terça-feira (7), Ueda relatou aos repórteres que ele e Kishida trocaram opiniões sobre a queda na taxa de câmbio.

O presidente do BOJ afirmou que, em termos gerais, as taxas de câmbio estrangeiras podem ter um grande impacto na economia e nos preços. Ele também destacou que o Banco do Japão monitorará de perto a recente desvalorização do yen na condução da política monetária.

Em 29 de abril, a moeda japonesa caiu para a faixa de 160 ienes contra o dólar, atingindo o nível mais baixo em 34 anos. Posteriormente, o yen se recuperou rapidamente para o patamar de 154 ienes, mas voltou a se desvalorizar na última quinta-feira. Esses movimentos alimentaram especulações de que as autoridades japonesas intervieram repetidamente no mercado.

No mês passado, Ueda concordou quando um repórter perguntou se o impacto do yen mais fraco sobre os preços gerais estava dentro de uma faixa que poderia ser ignorada. No entanto, o mercado não interpretou sua resposta como uma mensagem forte para conter a desvalorização do yen, e a moeda japonesa enfraqueceu rapidamente após esse episódio.

Questionado sobre esse comentário na terça-feira, Ueda afirmou que não houve mudança nessa postura, mas o banco central observará atentamente como a fraqueza do yen afetará a taxa básica de aumento dos preços.