27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  1:35
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pavilhão da Espanha na Expo contará com tecnologia sustentável baseada em recursos marinhos

Representação espanhola na exposição de 2025 em Osaka destacará tecnologia sustentável inspirada nas riquezas do oceano e na história de conexão entre os dois países.

Osaka, Japão – 10 de maio de 2024 (AFP) – O pavilhão da Espanha na Exposição Mundial de 2025 em Osaka apresentará tecnologia sustentável baseada em recursos marinhos, inspirada na riqueza do oceano e na história de conexão entre os dois países, anunciou a embaixada espanhola em Tóquio nesta quinta-feira (9).

A exposição mundial está programada para ser inaugurada em abril de 2025 em Osaka, no Japão.

O conceito do pavilhão será baseado na Corrente Kuroshio, no Oceano Pacífico. Essa corrente de águas quentes normalmente flui do sudoeste para o nordeste ao longo da costa sul do arquipélago japonês.

Utilizada para navegação por marinheiros espanhóis durante a chamada Era dos Descobrimentos, há mais de 400 anos, a corrente será uma fonte de inspiração para o design e a tecnologia apresentados no pavilhão.

A frente do pavilhão representará o mar e o sol como símbolos da vida e da cultura espanhola, com uma escadaria azul e uma entrada circular em laranja.

Entre as tecnologias apresentadas, estará um sistema para preservar restos históricos no fundo do mar e um método para produzir combustível e medicamentos a partir de algas e outros recursos marinhos, contribuindo para uma sociedade sustentável.

Além disso, o pavilhão contará com um restaurante oferecendo tapas espanholas, muitas delas versões menores de pratos principais.

Apesar de preocupações com o cronograma de construção dos pavilhões estrangeiros no local da exposição, a embaixada espanhola afirma que seu pavilhão deverá ser concluído a tempo, sem necessidade de alterações no projeto, se o trabalho continuar no ritmo atual.

O arquiteto responsável pelo projeto, Nestor Montenegro, destaca a conexão histórica entre as culturas japonesa e espanhola através dos oceanos e expressa seu desejo de transmitir a importância da proteção dos mares.