27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  1:07
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Kishida destaca conquistas em visitas à França e América do Sul

Primeiro-ministro japonês ressalta avanços durante viagem de seis dias.

São Paulo, Brasil – 5 de maio de 2024 – O Primeiro-ministro japonês Kishida Fumio está prestes a concluir sua viagem de seis dias à França, Brasil e Paraguai, destacando as conquistas alcançadas durante sua visita.

O Primeiro-ministro Kishida concedeu uma coletiva de imprensa em São Paulo.

Ele afirmou: “É necessário demonstrar firmemente nosso compromisso em manter uma ordem internacional livre e aberta com base no Estado de Direito e expandir o círculo de cooperação. Levei em conta as questões e circunstâncias enfrentadas por cada país e adotei medidas detalhadas únicas ao Japão, mantendo esses pontos em mente durante esta visita.”

O primeiro-ministro começou falando sobre sua visita a Paris. Lá, ele discursou no Conselho Ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Eles também concordaram com uma declaração apoiando princípios e recomendações para o uso de inteligência artificial.

Kishida também se encontrou com o presidente francês Emmanuel Macron.

Sobre os laços bilaterais com a França, Kishida destacou que ele e Macron foram capazes de lançar as bases para fortalecer os laços de segurança entre as duas nações.

Ele disse: “Em uma reunião com o presidente Macron, tivemos discussões detalhadas sobre as situações mais recentes na Ucrânia, no Oriente Médio e no Leste Asiático em termos de relações bilaterais. E pudemos produzir resultados concretos ao concordar com o início das negociações sobre o Acordo de Acesso Recíproco Japão-França.”

Kishida então falou sobre sua primeira visita à América do Sul como primeiro-ministro para fortalecer os laços entre o Japão e o “Sul Global”. Em uma reunião com o presidente brasileiro Luiz Inacio Lula da Silva, os líderes concordaram com uma Iniciativa de Parceria Verde para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

No Paraguai, ele se encontrou com o presidente Santiago Pena. Os dois líderes concordaram com a expansão adicional do escopo de cooperação e trocas entre os dois países.

O Primeiro-ministro Kishida prometeu fortalecer os laços com toda a região da América Central e do Sul em uma comunidade internacional diversificada.

Ele enfatizou que foi capaz de se comunicar com líderes globais sobre a importância de manter uma ordem internacional livre e aberta com base no Estado de Direito.

Kishida disse: “Realizaremos um mundo que protege a dignidade humana. Rumo a esse objetivo comum fundamental, o Japão fornecerá uma cooperação detalhada, típica do Japão, com diversidade e inclusão, para vários países, incluindo aqueles na América Latina.”

Kishida retornará ao Japão na segunda-feira (6).