27 C
Kóka
terça-feira, 2024/05/28  12:30
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Biden ordena que empresa afiliada à China venda terreno perto de base aérea

Decisão citando preocupações com segurança nacional reforça tensões entre EUA e China.

Washington, EUA – 14 de maio de 2024 – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ordenou que uma empresa afiliada à China desocupe e venda uma propriedade que adquiriu perto de uma base aérea, citando preocupações com segurança nacional.

A Casa Branca divulgou em um comunicado na segunda-feira (13), que a empresa comprou um imóvel localizado a menos de um quilômetro da base aérea Francis E. Warren, em Wyoming, em junho de 2022. A base abriga parte do arsenal de mísseis balísticos intercontinentais dos EUA.

O comunicado diz que a empresa fez melhorias para utilizar a propriedade em operações especializadas de mineração de criptomoedas.

Ele observa que o Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos identificou riscos para a segurança nacional. Isso se deve à proximidade de imóveis de propriedade estrangeira de uma base de mísseis estratégicos e elemento-chave da tríade nuclear dos EUA.

A tríade nuclear dos EUA é composta por mísseis balísticos intercontinentais, mísseis balísticos lançados por submarinos e bombardeiros estratégicos.

Em 2023, um balão espião chinês teria sobrevoado os Estados Unidos e interceptado sinais eletrônicos e comunicações de instalações militares. Washington está cada vez mais cauteloso com a vigilância chinesa.