5.7 C
Kóka
quinta-feira, 2024/04/25  7:48
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

EUA vão impedir transferência de dados pessoais para China, Rússia e outros países

Presidente Biden emitirá ordem executiva para proteger informações sensíveis dos cidadãos americanos.

Washington, EUA – 29 de fevereiro de 2024 – O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, emitirá uma ordem executiva para evitar a transferência em larga escala de dados pessoais de americanos para “países de preocupação”, como China, Rússia e Irã.

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (28), autoridades seniores da administração afirmam que a ordem se concentra nas informações mais pessoais e sensíveis dos cidadãos americanos, incluindo dados genômicos, de geolocalização e financeiros.

O comunicado destaca que a venda desses dados levanta significativos riscos de contra-inteligência, chantagem e outros — especialmente para pessoas no meio militar ou da comunidade de segurança nacional.

Argumenta-se que países de preocupação podem usar dados de jornalistas, dissidentes e outros para limitar a liberdade de expressão dos americanos.

O comunicado ressalta que os dados pessoais muitas vezes são legalmente vendidos por intermediários.

Os altos funcionários afirmaram que a ordem fechará uma lacuna na segurança nacional.

A administração Biden afirma que o Departamento de Justiça e outros estudarão regulamentações concretas, enquanto ouvem opiniões de empresas.