9.1 C
Kóka
sexta-feira, 2024/03/01  8:03
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Brasil perde relevância estratégica no mundo

Pesquisa da PwC revela aumento do otimismo entre executivos, mas o Brasil deixa a lista dos 10 países mais estratégicos para CEOs.

Davos, Suíça – 19 de janeiro de 2024 – A 27ª edição da Global CEO Survey, realizada pela PwC e apresentada na abertura da reunião anual do Fórum Econômico Mundial em Davos, trouxe dados reveladores sobre as perspectivas globais dos executivos de empresas.

O otimismo em relação ao crescimento global dobrou em comparação ao ano anterior, mas uma mudança significativa aconteceu para o Brasil.

Pela primeira vez em uma década, o Brasil não figura entre os “top 10” países mais estratégicos para CEOs em termos de potencial de crescimento para os negócios globais. Em 2014, o país chegou a ocupar a quarta posição, mencionado por 12% dos CEOs entrevistados. No entanto, em 2024, apenas 3% dos CEOs citaram o Brasil, colocando-o na 14ª posição.

Os 10 países mais citados em 2024 são:
Estados Unidos
China
Alemanha
Reino Unido
Índia
França
Canadá
Japão
Austrália
México

Apesar dos Estados Unidos manterem a liderança, a pesquisa apontou uma queda de 11 pontos percentuais nas citações, aproximando-se da China.

A pesquisa abrangeu mais de 4.700 CEOs em cerca de 100 países, refletindo as perspectivas e estratégias globais dos líderes empresariais em um cenário econômico em constante evolução.