22.2 C
Kōnan
domingo, 25 de setembro de 2022

A prisão do jornalista japonês em Myanmar poderá se prolongar devido a mais acusações

Os militares de Myanmar dizem que estão considerando apresentar mais acusações contra o jornalista japonês, Kubota Toru, sugerindo que sua prisão pode ser prolongada.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

A prisão do jornalista japonês em Myanmar poderá se prolongar devido a mais acusações

Os militares de Myanmar dizem que estão considerando apresentar mais acusações contra o jornalista japonês, Kubota Toru, sugerindo que sua prisão pode ser prolongada.

Kubota foi detido pelas forças de segurança em 30 de julho, quando os manifestantes locais realizaram uma manifestação contra o governo militar, em Yangon. Ele enfrenta acusações que incluem a violação da lei de imigração. As autoridades de segurança afirmam que ele entrou no país com um visto de turista e filmou a manifestação. Um julgamento, a portas fechadas, foi realizado na terça-feira.

Na quarta-feira, um porta-voz do conselho do governo militar disse aos repórteres que Kubota também pode ter violado a lei de comunicações eletrônicas. Os militares ainda não forneceram detalhes sobre as possíveis acusações.

O porta-voz disse que Myanmar, como um estado soberano, não pode ignorar a violação. O porta-voz acrescentou que as autoridades seguirão procedimentos legais quando se tratar de sua libertação.

Os funcionários da embaixada japonesa em Myanmar têm tentado assegurar sua libertação através dos canais diplomáticos.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »