22.2 C
Kōnan
domingo, 25 de setembro de 2022

OTAN divulga a Declaração da Cúpula de Madri

A Organização do Tratado do Atlântico Norte - OTAN, convidou a Finlândia e a Suécia a se tornarem membros e qualificou a Rússia como uma ameaça direta à aliança.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

OTAN divulga a Declaração da Cúpula de Madri

A Organização do Tratado do Atlântico Norte – OTAN, convidou a Finlândia e a Suécia a se tornarem membros e qualificou a Rússia como uma ameaça direta à aliança.

A OTAN iniciou uma cúpula na capital espanhola na quarta-feira (29), liberando a Declaração da Cúpula de Madri.

O documento diz que os membros concordaram em assinar protocolos de adesão para os dois países.

O Secretário Geral da OTAN, Jens Stoltenberg, disse que o objetivo dos membros é que o processo de ratificação aconteça “o mais rápido possível”.

A Turquia se opôs à adesão dos dois países, mas mudou sua posição depois que o presidente, Recep Tayyip Erdogan, falou com os líderes finlandeses e suecos e Stoltenberg na terça-feira (28).

A OTAN também adotou um novo conceito estratégico para orientar o desenvolvimento político e militar da aliança para a próxima década.

A Rússia foi considerada “a ameaça mais significativa e direta” para a OTAN. O bloco, anteriormente, chamava o país de um parceiro estratégico. A OTAN diz que fortalecerá significativamente a dissuasão e a defesa para os aliados.

O conceito se refere à China pela primeira vez, dizendo que as ambições declaradas e as políticas coercitivas do país desafiam os interesses, a segurança e os valores da OTAN.

Os membros conversaram com líderes de quatro países da Ásia-Pacífico, incluindo o Japão, trocando opiniões sobre os desafios globais.

Stoltenberg disse aos repórteres: “A China está aumentando, substancialmente, suas forças militares, incluindo armas nucleares, intimidando seus vizinhos e ameaçando Taiwan”.

Ele disse: “Devemos continuar a estar com nossos parceiros para preservar a ordem internacional baseada em regras”.

Ele observou que a OTAN intensificará a cooperação com seus parceiros Indo-Pacífico, incluindo o Japão, em matéria de segurança marítima, defesa cibernética e outras áreas.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »