26.7 C
Kōnan
sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Protestos do Cazaquistão se tornam violentos

A agitação continua no Cazaquistão enquanto alguns manifestantes, em protestos em massa por causa do aumento dos preços dos combustíveis, se tornaram violentos.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Protestos do Cazaquistão se tornam violentos

A agitação continua no Cazaquistão enquanto alguns manifestantes, em protestos em massa por causa do aumento dos preços dos combustíveis, se tornaram violentos.

O presidente, Kassym-Jomart Tokayev, declarou nesta quarta-feira (5) o estado de emergência.

As manifestações haviam se espalhado por todo o país até quarta-feira, incluindo a capital, Nur-Sultan, e a maior cidade de Almaty.

As filmagens feitas em Almaty mostram multidões invadindo a prefeitura e a residência presidencial.

Vários veículos de mídia russos e a Reuters noticiaram que a mídia local afirmou que os manifestantes tomaram o controle do aeroporto de Almaty, o que levou ao cancelamento dos vôos de partida e chegada.

Após a agitação, o Gabinete renunciou em massa. O presidente anunciou que os preços do combustível não serão aumentados como planejado.

Tokayev disse, em um discurso televisionado, que a agitação resultou em mortes e ferimentos.

As reservas de petróleo e outros recursos naturais do país da Ásia Central promoveram o crescimento econômico. Mas a diferença de renda entre ricos e pobres no Cazaquistão tem aumentado, deixando algumas pessoas cada vez mais frustradas com o governo.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »