2.5 C
Kōnan
terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Coréia do Sul anuncia extensão das restrições da COVID-19

A Coréia do Sul estenderá a redução do seu horário comercial e a maioria das outras restrições do coronavírus chinês até o início de fevereiro, em meio à propagação da variante Ômicron.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Coréia do Sul anuncia extensão das restrições da COVID-19

A Coréia do Sul estenderá a redução do seu horário comercial e a maioria das outras restrições do coronavírus chinês até o início de fevereiro, em meio à propagação da variante Ômicron.

As restrições deveriam terminar no domingo (16).

Funcionários do governo disseram na sexta-feira (14) que as medidas permanecerão por mais três semanas. O período inclui o feriado de Ano Novo Lunar de 5 dias, que começa em 29 de janeiro.

Os restaurantes devem fechar às 21 horas, e os certificados de vacinas ou provas de resultados negativos de testes continuarão sendo necessários para entrar em lojas de departamento e grandes supermercados.

Mas o limite do país para o tamanho das reuniões privadas será aumentado de quatro para seis, em consideração às chamadas para facilitar as regras.

As restrições foram introduzidas em dezembro, quando o país viu seu número diário de infecções ultrapassar 7.000, pela primeira vez. A contagem de casos está agora entre 3.000 e 5.000 por dia.

O governo aprovou o uso de um medicamento oral desenvolvido pela empresa farmacêutica norte-americana Pfizer a partir de sexta-feira (14), para evitar um agravamento decorrente do coronavírus chinês. As autoridades governamentais permanecem em guarda enquanto tentam conter as infecções.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »