26.9 C
Kōnan
quinta-feira, 30 de junho de 2022

China apóia o envio de tropas para o Cazaquistão

O Ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, expressou apoio ao envio de tropas de uma aliança militar liderada pela Rússia no Cazaquistão em conversas telefônicas com seu homólogo russo.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

China apóia o envio de tropas para o Cazaquistão

O Ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, expressou apoio ao envio de tropas de uma aliança militar liderada pela Rússia no Cazaquistão em conversas telefônicas com seu homólogo russo.

O governo do Cazaquistão vem reprimindo os protestos que se espalham por todo o país após uma escalada de preços de combustível.

O governo classificou os protestos como ato de terrorismo e solicitou a assistência da Organização do Tratado de Segurança Coletiva liderada pela Rússia, ou CSTO. Mais de 2.000 soldados estão, agora, destacados no Cazaquistão.

Wang, nesta segunda-feira (10) manteve uma conversa telefônica com o Ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang enfatizou que a China apóia a CSTO para ajudar o Cazaquistão a reprimir as forças terroristas e a desempenhar um papel positivo para restaurar a estabilidade com a premissa de respeitar a soberania do país.

Wang disse que a China e a Rússia são vizinhos amigáveis dos países da Ásia Central, e não devem permitir o caos ou a guerra na região. Ele disse que os dois países deveriam aprofundar a cooperação para se oporem à interferência de forças externas nos assuntos internos dos países da Ásia Central.

A China, aparentemente, visa uma rápida restauração da ordem no Cazaquistão, que é a vizinha da Região Autônoma Xinjiang Uygur da China, mostrando apoio ao envio de tropas da aliança militar liderada pela Rússia.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »