2.5 C
Kōnan
terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Japão se prepara para a possível próxima onda

À medida que a variante ômicron se espalha em todo o mundo, o Japão está preparando seu sistema médico para enfrentar uma possível próxima onda.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Japão se prepara para a possível próxima onda

À medida que a variante ômicron se espalha em todo o mundo, o Japão está preparando seu sistema médico para enfrentar uma possível próxima onda.

O Ministério da Saúde informa que os hospitais têm a capacidade de admitir 37.000 pacientes COVID em todo o país. Isso é cerca de 10.000 a mais do que antes.

Muitos pacientes da COVID não foram hospitalizados durante a onda de infecções no verão passado devido a uma grave escassez de leitos. Além disso, apenas cerca de 68% dos leitos hospitalares para pacientes COVID foram realmente ocupados devido à falta de profissionais na linha de frente.

O Ministério está trabalhando para que isso chegue a 82%.
Ele planeja ter profissionais médicos prontos que possam ser enviados para hospitais com escassez de pessoal.

O Hospital Geral Kawakita em Tóquio conseguiu aumentar o número de leitos para pacientes com coronavírus chinês. Mas há um lado negativo. Okai Takahiro, vice-diretor do hospital diz: “Como estamos assegurando leitos para pacientes com coronavírus chinês, isso afetará nossa capacidade de prestar atendimento a outros pacientes”.

As autoridades também estão intensificando os esforços de vacinação.

O ministro da saúde do Japão disse que espera disponibilizar as vacinas de reforço mais cedo. O intervalo atual é de oito meses em geral. Até agora, o governo só aprovou a vacina Pfizer para as vacinas de reforço. O Ministério da Saúde está planejando decidir, já em 15 de dezembro, se aprova a vacina Moderna também.

Na terça-feira (7), as autoridades sanitárias de todo o Japão confirmaram 115 novos casos de coronavírus e 2 mortes. Tóquio relatou 19 novas infecções.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »