11.1 C
Kōnan
quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Turquia ameaça expulsar dez embaixadores ocidentais

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ordenou que embaixadores de 10 países, incluindo os Estados Unidos, fossem declarados "persona non grata" por uma declaração conjunta sobre a prisão de um homem de negócios turco.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Turquia ameaça expulsar dez embaixadores ocidentais

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ordenou que embaixadores de 10 países, incluindo os Estados Unidos, fossem declarados “persona non grata” por uma declaração conjunta sobre a prisão de um homem de negócios turco.

Embaixadas dos Estados Unidos, Canadá, França, Finlândia, Dinamarca, Alemanha, Holanda, Nova Zelândia, Noruega e Suécia emitiram a declaração em 18 de outubro, pedindo o julgamento rápido e a libertação do ativista Osman Kavala.

Kavala está detido há quatro anos, encarregado de organizar protestos anti-governamentais em todo o país em 2013 e de estar envolvido em um golpe de Estado fracassado em 2016.

Os embaixadores disseram que “os contínuos atrasos” no julgamento de Kavala “lançam uma sombra sobre o respeito à democracia, ao Estado de direito e à transparência no sistema judiciário turco”.

Erdogan disse, em um discurso no sábado (23) que os embaixadores teriam que deixar o país se não “entendessem a Turquia”.

O Ministério das Relações Exteriores turco havia convocado os embaixadores no início deste mês, em resposta à declaração.

A questão levanta dúvidas se Erdogan se reunirá com o Presidente dos EUA Joe Biden durante a cúpula do Grupo das 20 maiores economias em 30 e 31 de outubro em Roma. O presidente turco havia dito, anteriormente, que o faria.

SourceNHK

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »