21.8 C
Kōnan
sábado, 25 de setembro de 2021

Diretor de cerimônia da abertura das olimpíadas acusado de piada anti-semita e é demitido

Um grupo de direitos humanos judeu com sede nos Estados Unidos acusou um dos diretores das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio de fazer piadas anti-semitas no passado.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Diretor de cerimônia da abertura das olimpíadas acusado de piada anti-semita e é demitido

Um grupo de direitos humanos judeu com sede nos Estados Unidos acusou um dos diretores das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio de fazer piadas anti-semitas no passado.

O Centro Simon Wiesenthal divulgou uma declaração, nesta quarta-feira (21), condenando Kobayashi Kentaro, o comediante japonês que é diretor dos espetáculos.

Citando reportagens da mídia japonesa, a declaração dizia: “Kobayashi utilizou o assassinato em massa de seis milhões de judeus pelos nazistas em um roteiro para seu ato de comédia em 1998”. Disse que ele fez “piadas maliciosas e anti-semitas” em um esquete.

O reitor associado da SWC e diretor de ação social global, Rabino Abraham Cooper, disse: “Qualquer pessoa, por mais criativa que seja, não tem o direito de zombar das vítimas do genocídio nazista”. Ele acrescentou: “Qualquer associação desta pessoa aos Jogos Olímpicos de Tóquio insultaria a memória de seis milhões de judeus”.

SourceNHK World

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »