12.8 C
Kōnan
domingo, 28 de fevereiro de 2021

EUA voltarão a aderir ao acordo climático de Paris

Os Estados Unidos irão aderir novamente ao acordo climático de Paris nesta sexta-feira (19).

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

EUA voltarão a aderir ao acordo climático de Paris

Os Estados Unidos irão aderir novamente ao acordo climático de Paris nesta sexta-feira (19).

A administração do Presidente Joe Biden apresentou à ONU um documento para retornar ao acordo, horas após a sua posse, em 20 de janeiro. Os Estados Unidos se retiraram do pacto em novembro passado sob a administração do então presidente Donald Trump.

O objetivo da administração de Biden é colocar os EUA no caminho para atingir zero emissões de gases de efeito estufa até 2050.

Espera-se que apresente sua meta de redução à ONU até abril.

A administração também estudará um plano para fornecer financiamento como forma de ajudar os países em desenvolvimento a reduzir as emissões.

Também será anfitrião de uma cúpula de líderes mundiais, incluindo aqueles das principais nações emissoras de gases de efeito estufa, em 22 de abril.

Um funcionário do Departamento de Estado disse à NHK que os países precisam acelerar os esforços para enfrentar a mudança climática e que os Estados Unidos solicitarão a outras nações que adotem as metas de redução mais ambiciosas que possam estabelecer.

Biden colocou a mudança climática no centro das considerações da política externa e de segurança nacional dos EUA.

O Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, saudou o iminente retorno dos EUA ao acordo climático de Paris.

Ele realizou uma conferência de imprensa na quinta-feira (18), um dia antes de os EUA aderirem novamente ao pacto.

Ele expressou otimismo em relação ao compromisso do Presidente Joe Biden de alcançar emissões líquidas zero até 2050.

“Isto fortalece a ação global”, disse Guterres. “Os países que produzem, agora, dois terços da poluição global por carbono estão perseguindo o objetivo de neutralidade de carbono até 2050”.

Ele também disse que espera que as metas de redução de emissões que os EUA apresentam à ONU ajudem a orientar outros países. O acordo de Paris obriga seus signatários a apresentar suas metas de redução ao órgão mundial.

“Esperamos que eles se traduzam em uma redução de emissões muito significativa e que sejam um exemplo a ser seguido por outros países”, disse ele.

Guterres também enfatizou que os EUA desempenharão um papel de liderança para que a conferência climática COP26 seja um sucesso.

A reunião internacional está programada para acontecer no Reino Unido em novembro.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Mais de 470 manifestantes presos em Myanmar

Mais de 470 manifestantes presos em Myanmar A mídia de Myanmar informa que mais de 470 pessoas foram presas neste sábado (27), uma vez que...

FDA dos EUA aprova a vacina J&J para uso emergencial

FDA dos EUA aprova a vacina J&J para uso emergencial A US Food and Drug Administration - FDA, autorizou uma terceira vacina contra o coronavírus...

Câmara dos EUA aprova projeto de lei de ajuda contra o coronavírus chinês

Câmara dos EUA aprova projeto de lei de ajuda contra o coronavírus chinês A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou um pacote de ajuda de...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Amazônia 1, satélite totalmente brasileiro, é lançado neste domingo na Índia

0
Amazônia 1, satélite totalmente brasileiro, é lançado neste domingo na Índia Primeiro com "DNA" 100% brasileiro, o satélite tem lançamento previsto para a 01:54 (horário...
Translate »