12.5 C
Kōnan
sábado, 17 de abril de 2021

EUA e Irã comentam sobre os ataques aéreos americanos sobre a Síria

O governo dos Estados Unidos está mostrando uma mistura de posições rígidas e moderadas sobre o Irã após lançar ataques aéreos no leste da Síria nesta quinta-feira (25).

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

EUA e Irã comentam sobre os ataques aéreos americanos sobre a Síria

O governo dos Estados Unidos está mostrando uma mistura de posições rígidas e moderadas sobre o Irã após lançar ataques aéreos no leste da Síria nesta quinta-feira (25).

Os ataques aéreos visaram instalações relacionadas a dois grupos de milícias apoiados pelo Irã na Síria, em retaliação a um ataque a uma base iraquiana onde as forças dos EUA estão estacionadas.

O porta-voz do Departamento de Defesa, John Kirby, anunciou na sexta-feira (26), que a operação com mísseis guiados destruiu nove instalações e danificou outras duas.

Ele disse que o objetivo era enviar uma mensagem inequívoca de que o Presidente Joe Biden agiria para proteger o pessoal americano e da coalizão.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que os alvos foram escolhidos para corresponder aos recentes ataques e para impedir novas agressões durante as próximas semanas. Ela repetiu que Washington continua aberta às conversações das seis nações sobre o acordo nuclear iraniano.

Biden foi perguntado por repórteres na sexta-feira (26), que mensagem ele queria enviar ao Irã com os ataques na Síria.
Ele disse: “Não se pode agir impunemente. Tenha cuidado”.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Saeed Khatibzadeh, condenou a ação dos EUA, chamando-a de “agressão ilegal” e “uma violação do direito internacional”.

Ele advertiu que isso levará a uma escalada de confrontos militares e de desestabilização na região. Ele deixou de mencionar a conexão do Irã com as milícias visadas por Washington.

SourceNHK World

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China

0
Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China Chegou ao Brasil na noite desta quinta-feira (15), no Aeroporto Internacional de Cumbica, em...
Translate »