26.7 C
Kōnan
sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Jovens se juntam às manifestações na Rússia

Mais de 3.200 manifestantes foram presos em toda a Rússia após participarem de manifestações que incluíram muitos jovens.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Jovens se juntam às manifestações na Rússia

Mais de 3.200 manifestantes foram presos em toda a Rússia após participarem de manifestações que incluíram muitos jovens.

Os manifestantes pediram a libertação do líder da oposição Alexei Navalny, que foi preso após voltar da Alemanha para o país, em 17 de janeiro.

Acredita-se que a Navalny tenha sido envenenado em agosto passado com um agente nervoso tóxico utilizado em armas químicas. Ele recebeu tratamento na Alemanha.

A agência de notícias Reuters informou que cerca de 40.000 pessoas se reuniram em Moscou neste sábado (23). As autoridades disseram que o comício foi não autorizado. Alguns dos participantes foram detidos.

Um grupo independente de direitos humanos disse que pelo menos 3.200 pessoas foram detidas em mais de 110 cidades e vilas.

Acredita-se ser esse o maior número de pessoas presas em manifestações na Rússia nos últimos anos.

Uma pesquisa realizada por uma organização não governamental constatou que 40% dos manifestantes haviam participado de uma manifestação pela primeira vez e muitos deles estavam na faixa dos 20 a 30 anos.

Uma mulher, de 20 e poucos anos, que estava em uma manifestação na cidade de Vladivostok, no Extremo Oriente, disse que não podia aceitar que as autoridades tivessem prendido Navalny.

Navalny e sua equipe esperam obter mais apoio das gerações mais jovens para aumentar a pressão sobre o governo russo.

SourceNHK World

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »