0.6 C
Kōnan
quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Trump pede uma “auditoria forense completa” das cédulas do correio

O Presidente Donald Trump pediu, nesta quarta-feira (2), uma auditoria forense completa dos votos por correspondência que foram enviados em estados-chave durante as eleições presidenciais de 3 de novembro.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Trump pede uma “auditoria forense completa” das cédulas do correio

O Presidente Donald Trump pediu, nesta quarta-feira (2), uma auditoria forense completa dos votos por correspondência que foram enviados em estados-chave durante as eleições presidenciais de 3 de novembro.

Em um longo discurso pré-gravado, o presidente disse que “dezenas de milhares [de cédulas] têm assinaturas fraudulentas” em estados-chave.

Isso significa que “uma auditoria forense completa é necessária para garantir que somente cédulas legais de eleitores legalmente registrados que foram registradas corretamente sejam incluídas”, acrescentou Trump.

“A razão disto é clara”, disse ele, “eles não estavam verificando as assinaturas porque sabem que as cédulas não foram preenchidas pelos eleitores em cujos nomes elas foram registradas”.

A única maneira de remediar a situação, disse Trump, é fazer uma revisão completa dos envelopes das cédulas, que contêm as assinaturas. Ele não disse quais estados deveriam realizar o processo de auditoria.

Durante as últimas três semanas, a equipe jurídica de Trump enviou várias cartas ao Secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensberger, exigindo uma auditoria de assinatura completa. Raffensberger, entretanto, respondeu dizendo que não é possível fazer corresponder as cédulas e o envelope com a assinatura, citando as leis de privacidade. Sua equipe e outros republicanos pressionaram para procedimentos de auditoria de assinatura na Pensilvânia.

“Precisamos de uma análise sistemática das cédulas de correio para rever os envelopes”, disse Trump. “É sobre a assinatura. E se eles estiverem nos envelopes, só podemos revisar os envelopes”. E isso nos dirá tudo. Este é o mínimo que devemos esperar”.

No dia das eleições e depois, os observadores da apuração não puderam assistir ao processo de totalização em várias áreas fortemente democratas, disse Trump, argumentando que isso complicou ainda mais o processo de finalização do voto, alegadamente fraudulento. Em depoimentos da semana passada em Michigan, Arizona e Pensilvânia, os observadores das apurações do Partido Republicano disseram que testemunharam irregularidades, viram votos de Trump sendo computados para Biden, e foram molestados por funcionários eleitorais.

Os secretários de estado nesses locais disseram que não houve provas suficientes de fraude ou irregularidades eleitorais que pudessem reverter o resultado da eleição. Indo mais longe, um porta-voz da secretária de Estado de Michigan, Jocelyn Benson, disse ao Epoch Times que os observadores republicanos das pesquisas de opinião que testemunharam diante da Assembléia Legislativa de Michigan esta semana demonstraram uma “falta de conhecimento” sobre contagem de votos e promoveram “teorias conspiratórias”, sem elaborar.

Trump, por sua vez, argumentou que seus esforços para encontrar fraudes e irregularidades eleitorais são uma tentativa de salvaguardar o sistema eleitoral americano.

“Não se trata apenas da minha campanha, embora tenha muito a ver com quem será seu próximo presidente”, comentou Trump.

“Se não erradicarmos a fraude, a tremenda e horrível fraude que ocorreu em nossas eleições de 2020″. Nós não teremos mais um país”, disse ele.

Artigos relacionados

Mais de 80 mortos em violência tribal no Sudão

Mais de 80 mortos em violência tribal no Sudão A violência tribal em Darfur Ocidental, Sudão, deixou pelo menos 83 pessoas mortas e 160 feridos. Um...

Comércio entre a China e a Coréia caiu 80% no ano passado

Comércio entre a China e a Coréia caiu 80% no ano passado O comércio da China com a Coréia do Norte despencou no ano passado,...

Admissões de infectados pelo coronavírus chinês no Reino Unido bate recordes

Admissões de infectados pelo coronavírus chinês no Reino Unido bate recordes A Grã-Bretanha relatou um declínio nas novas infecções diárias pelo vírus chinês, embora o...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Profissionais de transportes entram no grupo prioritário da vacinação

0
Profissionais de transportes entram no grupo prioritário da vacinação Os profissionais do setor de transportes foram incluídos no grupo prioritário para receber a vacina contra...
Translate »