Pastelzinho doce de queijo com recheio de goiabada

Aqui está mais uma receita que não se perde no tempo e muito menos na culinária brasileira. Esse pastelzinho doce (assim é como o chamamos em minha família) é presença marcada em nossas comemorações, e amado por todos. Quando a festa é somente para adultos, costumo misturar a goiabada com rum ou conhaque – e fica muito bom. Uma outra sugestão é que os pasteizinhos sejam modelados o menor possível, para que não percam o próprio charme e a graça.

Ingredientes:
Pastel:
300 g de queijo curado ralado fino (veja a dica)
50 a 60 g de queijo parmesão ralado fino
1 tablete (113 g) de manteiga em temperatura ambiente
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de sal ou a gosto
1 ½ xícara (210 g) de farinha de trigo
Açúcar granulado para cobrir

Recheio:
120 g de goiabada
2 a 3 colheres (sopa) de rum ou conhaque (opcional)

Modo de Preparo:
Em uma tigela grande, coloque os queijos e a manteiga. Adicione o fermento e o sal; misture até formar uma pasta. Aos poucos, acrescente a farinha de trigo, misturando no início com uma colher de pau e depois com as mãos, até obter uma massa macia e uniforme (você poderá não precisar de toda a farinha ou, ao contrário, poderá precisar de um pouco mais). Forme uma bola com a massa, embrulhe-a em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos ou de um dia para o outro.

Preaqueça o forno a 350°F (180°). Forre com papel impermeável 2 assadeiras grandes. Coloque o açúcar granulado em uma tigelinha e deixe de lado. Corte a goiabada em cubinhos ou a amasse com 2 a 3 colheres (sopa) de rum ou conhaque, caso esteja usando, e deixe-a de lado.

Retire a massa da geladeira. Com as mãos levemente enfarinhadas, faça bolinhas com pequenas porções da massa e achate-as na palma da mão para formar um disco. Coloque no centro 1 cubinho de goiabada ou ½ colher (chá) de goiabada amassada; feche o disco modelando-o em formato de pastel. Passe-os pelo açúcar granulado. Distribua os pasteizinhos nas assadeiras preparadas, deixando um espaço de 2 cm entre eles.

Asse os pastéis por 13 a 15 minutos ou até ficarem levemente corados na parte de baixo. Retire do forno e deixe-os nas assadeiras por 5 a 10 minutos. Transfira os pasteizinhos para uma grade ou vasilha aberta e deixe-os esfriarem completamente. Sirva ou os guarde em vasilhas bem fechadas por até 3 semanas. Podem ser congelados por até 2 meses.

Rendimento: 80 a 85 unidades.

Sugestão: Em meu forno, costumo assar os pastéis em 13 minutos, porque gosto deles mais clarinhos. Para pastéis mais corados, deixe-os no forno por mais 2 a 3 minutos e fique de olho, se assarem demais, eles irão ressecar depois de frio.

Dica: Antes de ralar o queijo curado (uso queijo de Minas, curado), coloque-o no congelador por 1 hora ou até ficar bem firme. A depender da umidade do queijo e qualidade da manteiga, a quantidade da farinha poderá variar.