4.9 C
Kōnan
quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

FDA aprova remdesivir como medicamento contra a COVID-19

A Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos, ou U.S. Food and Drug Administration - FDA, anunciou nesta quinta-feira (22), que o remdesivir tinha sido aprovado para uso em pessoas com 12 anos ou mais e pesando pelo menos 40 quilos para o tratamento da COVID-19 que requer hospitalização.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Indonésia em alerta após grupo terroristas ligado ao Daesh (isis) decapitar agricultor para “semear o terror”

Indonésia em alerta após grupo terroristas ligado ao Daesh (isis) decapitar agricultor para "semear o terror" As forças de segurança indonésias alertaram, nesta segunda-feira (30),...

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º)

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º) O governo metropolitano de Tóquio confirmou 372 novos casos de infecção por...

Apropriação cultural: China diz que kimchi é de origem chinesa

Apropriação cultural: China diz que kimchi é de origem chinesa Uma batalha on-line está esquentando sobre as origens do Kimchi, um prato de acelga fermentada...

Princesa Aiko do Japão faz aniversário de 19 anos

Princesa Aiko do Japão faz aniversário de 19 anos A princesa Aiko, filha do Imperador e Imperatriz do Japão, completa 19 anos nesta terça-feira (1º). A...

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G Autoridades do governo britânico informam que se unirão ao fabricante japonês de eletrônicos NEC em uma...

FDA aprova remdesivir como medicamento contra a COVID-19

A Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos, ou U.S. Food and Drug Administration – FDA, anunciou nesta quinta-feira (22), que o remdesivir tinha sido aprovado para uso em pessoas com 12 anos ou mais e pesando pelo menos 40 quilos para o tratamento da COVID-19 que requer hospitalização.

O remdesivir foi desenvolvido por um fabricante americano de medicamentos para tratar pessoas infectadas com Ebola.

A FDA autorizou o uso de emergência do medicamento para tratar pacientes com o coronavírus chinês em maio. O Japão seguiu o exemplo, concedendo aprovação rápida para o medicamento.

Um grupo, liderado por pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos e outros, realizaram ensaios clínicos e relatou que se pode esperar que o remdesivir encurte o tempo de recuperação da COVID-19.

O medicamento foi administrado no presidente dos EUA, Donald Trump, após ele ter contraído o vírus.

A Organização Mundial da Saúde disse que seu ensaio clínico descobriu que o remdesivir parece ter pouco ou nenhum efeito sobre a taxa de sobrevivência ou o tempo de internação hospitalar de pacientes da COVID-19.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º)

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º) O governo metropolitano de Tóquio confirmou 372 novos casos de infecção por...

Taxa de desemprego no Japão aumenta para 3,1%.

Taxa de desemprego no Japão aumenta para 3,1%. A taxa de desemprego, sazonalmente ajustada, do Japão foi de 3,1% em outubro, um aumento de 0,1...

Moderna busca aprovação de emergência no FDA para a vacina contra o coronavírus chinês

Moderna busca aprovação de emergência no FDA para a vacina contra o coronavírus chinês A empresa farmacêutica americana Moderna solicitou uma autorização de uso emergencial...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral

0
Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Argentina, Alberto Fernández, tiveram na manhã desta segunda-feira...
Translate »