14.4 C
Kōnan
segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Suspeito de genocídio em Ruanda é preso na França

Um dos suspeitos mais procurados pelo genocídio de Ruanda em 1994, Felicien Kabuga, foi preso na França.

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

Suspeito de genocídio em Ruanda é preso na França

Um dos suspeitos mais procurados pelo genocídio de Ruanda em 1994, Felicien Kabuga, foi preso na França.

Cerca de 800.000 Tutsis minoritários e Hutus moderados foram mortos nos ataques de 26 anos atrás.

O empresário ruandês, de 84 anos, é acusado de financiar as milícias que lideraram os assassinatos e incitar o ódio contra os Tutsis através de uma estação de rádio que ele fundou.

Ele foi denunciado em 1997 por um tribunal internacional da ONU por sete acusações, incluindo genocídio.

Autoridades francesas dizem que Kabuga foi detido no sábado (16), próximo a Paris, onde vivia sob uma identidade falsa.

As autoridades dizem que Kabuga ficou na Alemanha, Bélgica, Quênia e em outros lugares da Europa e da África enquanto estava em fuga.

O procurador-chefe do tribunal, Serge Brammertz, disse em uma declaração que a prisão de Kabuga é um lembrete de que os responsáveis pelo genocídio podem ser levados a prestar contas, mesmo 26 anos após seus crimes.

Kabuga deve ser transferido para a custódia do tribunal internacional após a conclusão dos procedimentos legais na França.

SourceNHK World

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »